Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008


São as contas de campanha, estúpido!

Seguem as manobras tucanas na Assembléia para abafar a CPI do Detran. Ontem, o deputado Troca (PSDB), relator da comissão, acusou o deputado Fabiano Pereira (PT), presidente da mesma, de estar querendo “politizar a CPI” que investiga o desvio de 40 milhões do Detran por cinco longos anos.

Isso me lembra uma história que eu contei aqui, meses atrás. Um deputado do antigo grupo autêntico do velho MDB teve cassado seus direitos políticos por dez anos pela ditadura militar. Tempos depois, após uma briga doméstica com a própria mulher, indignada e portadora de poucas luzes, recebeu desta uma grave ameaça: - Vou denunciar à Polícia Federal que você foi cassado!

O deputado Troca está replicando a estupidez da mulher do emedebista cassado. No afã de arrastar pedras e montanhas para o caminho do bom andamento da CPI, a base yedista não hesita em lançar mão dos expedientes e argumentações as mais desesperadas.

Guardam com zelo e fidelidade canina o reduto proibido, onde as investigações desta CPI jamais poderão entrar: as contas da campanha eleitoral da então candidata Yeda Crusius ao Piratini. Não é por nada que o relator tucano quebra todas as lanças para deixar de fora da CPI dois personagens centrais na arrecadação de recursos em 2006, o guarda-espalda e faz-tudo da candidata Yeda, Lair Ferst (na foto, sério ao lado de Yeda, na campanha eleitoral de 2006), e o sombrio líder do PP, Antonio Dorneu Maciel, que, até a sua prisão em 2007, ocupava uma importante diretoria da estatal CEEE.

O mico, que o deputado Adílson Troca está pagando ao passar atestado de bronco, grita a plenos pulmões:

- São as contas de campanha, estúpido!

......

Em Tempo: a Polícia Federal irá concluir o inquérito que investiga o desvio de 40 milhões do Detran/RS - a chamada Operação Rodin – no próximo dia 3 de março, para desespero do palácio Piratini.


12 comentários:

Anônimo disse...

Bah!

Anônimo disse...

De novo, essa moça fazendo a saudação fascista? O que está acontecendo aí? Aqui o vestal Serra ainda não chegou a tanto...

armando

Anônimo disse...

Qual será a defesa do pig Maia da "ética" da campanha da Tia?

Anônimo disse...

sim, saudação nazi

Anônimo disse...

Se gritar pega ladrão, não sobra um merrrmão!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Foi o próprio Lula que pediu desculpas ao povo brasileiro confessando que a graninha do mensalão ( e tem gente que duvida) foi para o Caixa 2 da campanha do PT que abasteceu a campanha de Raul Pont para prefeito aqui no RS. Eu não tenho dúvida nenhuma que parte do dinheiro sujo do Detran foi para a campanha da Yeda e isso tem que ser investigado. Assim como também tem que ser investigado as nebulosas ligações do Detran da época do Olívio com as ONGS vinculadas com seus diretores e a picaretagem é a mesma... Como também tem que ser investigado os cartões corporativos dos tesoureiros (esses incríveis aloprados) do PT. Picaretagem, minha gente, tem no PT, no PSDB, no PMDB, no PP. A política partidária brasileira precisa de uma imensa revolução. Tem que entrar gente nova e bem arejada no pedaço.

Anônimo disse...

O mais interessabte da "acusação" do Troca é a "politização" da CPI.

Eles são deputados, "representantes" do povo, portanto pertencentes a instituições "políticas", tratando de malversação de recursos públicos.

Se isso não é política então o Maia não é pig e o sargento Garcia vai pegar o Zorro.

Pobro Rio Grande com essa "elite".

Jens disse...

Picaretagem tem em tudo que é lugar. Mas a canalha só quer investigar a dos petistas. Ïnstaure-se a moralidade ou nos locupletemos todos. O resto é papo furado.

edu disse...

Se a PF (nota positivissima do governo Lula)vai concluir o inquerito dia 3 de março, melhor para os parlamentares, receberao praticamente todo o trabalho PRONTO, terao apenas de CAçAR os mandatos dos envolvidos.

P.S. pra quem nao sabe CPI = Comissao Parlamentar de Inquerito, serve se o judiciario nao se ocupou da investigaçao, nesse caso apenas tera de tomar as medidas cabiveis dentro da propria casa.

Anônimo disse...

Ainda não vi o Maia pedindo o cartão corporativo para o tio Serra, sera que ele desistiu de ter um???.....

edu disse...

(desculpem pelo "caçar" hehehehe)


correçao: "cassar os mandatos"

Anônimo disse...

Realmente, o deputado Troca (ou seria Trote?) esta com a razao: o PT esta querendo ideologizar a CPI. Anaue!!!
Eugenio

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo