Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 12 de setembro de 2007


O feijão e o sonho

"Vamos trabalhar para que não tenha um superaquecimento, porque tudo que é superaquecido queima. Se você colocar pão no fogo, feijão no fogo ou arroz, carne, e superaquecer, você estraga o seu prato”.

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República. Frase autoral publicada no jornal Valor, de hoje.


8 comentários:

Jean Scharlau disse...

Só há um remédio para frases de tal monta: o superesquecimento.

armando disse...

Já teve piores. Tá melhorando...

Precisava superaquecer certos políticos da coalizão (ou seria, trombada?) que o cercam...

Anônimo disse...

E essa: "Não é a poluição q está prejudicando o meio ambiente. São as impurezas no ar e na água que fazem isso". Ou "a grande maioria de nossas importações vem de fora do país". Bah, ta melhorando!

Anônimo disse...

Forno e fogão é o novo modelo de gestão da política macroeconômica, totalmente adaptado a relatividade do momento pós-moderno. Keynes do interior da tumba deve ter dado alguns pulos de raiva. Em sentido oposto, Milton Friedman ri de satisfação. Dá-lhe aumento dos juros, para satisfação do cliente do Zé, o Bradesco.

Anônimo disse...

E do Slim...

Anônimo disse...

Mais uma: "Todo dia uns acordam cedo e outro acordam tarde, mas o interessa é que todos acordam". Isto foi lá nos idos de 2003,

Anônimo disse...

Mais essa então: 'se não tivermos sucessos, corremos o risco de fracassarmos".

Claudia Cardoso disse...

como vcs são maldosos... hehehehehe...
como diria reader's digest, rir é o melhor remédio!
:-)

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo