Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sábado, 9 de maio de 2009

Por que a revista Veja está detonando com a governadora Yeda


Porque José Serra quer, em primeiro lugar

A revista Veja, que já está nas bancas em Porto Alegre, traz uma matéria que pode derrubar o governo tucano de Yeda Crusius no Rio Grande do Sul.

A pergunta que muitos fazem hoje, sábado, em Porto Alegre é sobre o motivo de Veja – uma publicação que se constitui na vanguarda da direita brasileira – estar fustigando tão agudamente a governadora do PSDB, igualmente de direita.

A explicação é tão simples quanto cerebral (portanto, sujeita aos caprichos da realidade):

1) Não interessa ao PSDB ver a companheira tucana pingar sangue a cada semana, num interminável e inglório sacrifício que praticamente jogaria o Rio Grande do Sul nos braços do PT, cujos candidatos não são confiáveis ao establishment local.

2) A matéria de Veja praticamente liquida com o governo Yeda, fazendo cessar o lento e prolongado desgaste tucano no Estado.

3) A candidatura tucana de José Serra à presidência da República em 2010 fica livre do peso morto representado por Yeda Crusius, tendo pela frente um tempo bastante hábil para buscar aliados e refazer o cenário no Sul.

4) O Diretório Nacional do PT joga forte numa aliança PT/PMDB, no Rio Grande do Sul, mesmo que a cabeça-de-chapa seja um candidato peemedebista (Lula seria “eleitor” de Germano Rigotto).

5) A decisão do DN petista pode não estar diretamente sincronizada com a divulgação da matéria de Veja, mas são duas ações que visam a mesma manobra política e que contemplam aspirações que se bifurcam, tanto da candidatura de Dilma Rousseff quanto da candidatura José Serra.

6) A decisão do DN petista alivia o receio de setores da direita guasca de ter que arrostar mais uma administração do PT no Estado. Com uma administração peemedebista, mesmo que coligada ao PT, a direita fica menos insegura.

7) A relativa segurança eleitoral (leia-se negocial) do establishment sul-rio-grandense – em especial da mídia regional – praticamente sela a sorte do governo de Yeda Crusius à frente do Piratini. Nas últimas horas, são evidentes os sinais de que a governadora está sendo rifada pela mídia guasca.

8) À governadora resta negociar uma saída a menos traumática possível, de preferência, sem deixar processos judiciais prolongados, onerosos com advogados (passíveis de remetê-la à miséria mais abjeta), e criminalizantes.

9) A CPI da Corrupção, solicitada pela bancada petista na AL/RS dias atrás, agora, fica praticamente garantida.

32 comentários:

Ary disse...

Acho que no Rio Apequenado do Sul a estratégia nacional de prioridade eleitoral está detonada. No RS seria a exceção. Ivone Casanova precisa perder três coisas: perder a casa, perder o cargo, perder o salário vitalício. Precisa ganhar duas: um processo e um tratamento com o doutor Castanho. Aliás, "Casa" só não "pula tapete" por causa da altura do mesmo (lixo debaixo). Fico contemplado.

Luís disse...

Lembrando um pouco: mesmo que muita gente tenha ficado "p" com o resultado fajuto da CPI do DETRAN, eu inclusive, a sua simples existência já foi uma vitória de classe - é só ver o que acontece em São Paulo e Minas. E também, mesmo que o projeto de re-eleição da (des)governadora, na prática, já tenha "ido para o saco" desde o ano passado, a sua candidatura em 2010 serviria para defender e reafirmar "conquistas de governo", já preparando o terreno para que, seja quem ganhasse - na lógica eleitoral, Fogaça - as mantivesse.
Mas está claro que as coisas ganharam tal vulto que até o Serra a largou de mão.
Então, feliz ou infelizmente, a realidade sempre pode surpreender e, neste caso, infelizmente foi preciso "um corpo no lago" para selar o destino da infeliz...

Prieb disse...

Bela análise, Feil.

Anônimo disse...

Pois é: o tal "corpo no lago" pede aos gritos "escutem meu enorme silêncio"!

Anônimo disse...

Só uma coisa. A véia não pode cair agora. Tem que ficar até último suspiro.
Se cair, tudo cairá no esquecimento, da corrupção, aos aliados à desforra da RBS, tudo será jogado para baixo do tapete.
E Serra poderá sair bem na fita e o Fogacinha entrará com um discurso moralista barato e como salvadora da pátria de bombachas.

Fica Véia Doida!!!

sil

Anônimo disse...

a coluna da abelha rainha é impressioannte. A superação de tudo. Parabéns abelinha!
Os termos, as frases, a ordem das matérias, abslutamente uma coluna montada para esfriar, desqualificar, confundir e promover a governadora, que tem até fotinho em família.
Essa deve ter ficado com uma parte dos 400 mil.

el barto disse...

bah, que dilema, se livrar dessa desgraçada duma vez ou ver o governicho tucanalha pingar até o último momento pra se livrar do vampiro...
putz!!!
obrigado ao prbs e ao povinho bovinoide por nos presentear com esse espetáculo dantesco!!!

Anônimo disse...

A Yeda representando alguma ameaça aos planos do Serra à presidência? Hahahaha... por favor. Análise delirante a tua.

A Veja deu a matéria simplesmente porque, já há uns cinco anos, é o único veículo do país que sai demolindo corruptos para todos os lados. Para desespero dos petistas, a revista também pegou a quadrilha do Dirceu.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Tenho certeza que o Secretário da opacidade vai dar uma "esclarecedora" explicação e vocês abutres da democracia vão quebrar mais uma.

Guilherme Menezes disse...

"A candidatura tucana de José Serra à presidência da República em 2010 fica livre do peso morto representado por Yeda Crusius, tendo pela frente um tempo bastante hábil para buscar aliados e refazer o cenário no Sul."

Não duvido que seja dessa forma que as coisas estão indo. depois das demissões de jornalistas em são paulo, não duvido mais nada.

Gilmar Antonio Crestani disse...

Acabei de postar o seguinte comentário no site da RBS com a nota fúnebre da ex-funcionária do grupo:
"Mais do que o fim da ex-goverandora em exercício é o fim da RBS. Além da Yeda, alguém mais acredita no jornalismo da RBS? Está sofrendo, voluntariamente e com prazer, mais furos que Judas em sábado de aleluia. Virar assessoria de imprensa de corrupto dá nisso: perda total de credibilidade. O jornalismo da RBS é simplesmente um caso de polícia!"

Anônimo disse...

Bom o truque: dar 9 explicações disparatadas. Quem sabe uma serve. Pensar dá dor de cabeça!

Anônimo disse...

parabens feil, baita analise... essa foi a primeira pergunta que me venho na cabeça quando ouvi a história... tem gente que custa a acreditar, mas o 'esquemão' é grande, podes crê... agora vaii
edinardo

Tupamaro disse...

Parece que a tucanada vai a usar a Yeda como "boi de piranha", afinal o governo dela fede tanto que com certeza causará estragos na campanha do Serra. E a Veja como um dos sustentáculos da campanha do Serra, na verdade "o diário oficial" da campanha, já colocou mãos a obras para detonar o governo gaúcho e depois a tucanada vai posar de partido ético (cortamos na própria carne, etc, etc, etc...). Eu quero ver a Veja levantar os esqueletos da Alstom que estão bem escondidos nos armários do tucanato paulista, isto ela jamais irá fazer.
Vamos esperar a próxima semana, tudo isto não pode só ficar nas páginas da Veja. As gravações e vídeos devem ir parar na web (You Tube, blogs) para que todos gaúchos, mas todos mesmos, vejam bem o que fizeram na última eleição. Por muito menos do que isso o Jackson Lago foi cassado no Maranhão. O Ministério Público Federal, a Polícia Fedral e o TSE estão com a palavra.

Tô de cara vermelha disse...

http://todecaravermelha.blogspot.com/

jukão disse...

Vermelha e de pau... que carinha!

Propaganda de grátis e sem pedir licença, meu?

Com essa ética vcs. não vão muito longe, cara.

Anônimo disse...

O PIG vem em sua edição semanal e redime o PSOL. E a esquerda passa a creditar que o conteúdo da Veja tem valor.
Morro e não vejo tudo.

Malacara disse...

a Veja é uma revista de vocês. Sai pra lá jacaré, toma que o filho é teu.

honor-rato disse...

Hehehehehehe, agora para a direitalha o PIG é PIG.

Hehehehehehehehehe pergunta ao Serra onde fica a honra de Yeda.

A honra dela tem números e está num banco suíço.

mário casado disse...

pô, Feil ontem e hoje eu li esse seu argumento que é uma análise dos motivos da direita estar liquidando a fatura de Yeda em vários blogs, mas nenhum teve a honestidade de dar o crédito a você, por ter aberto a caixa preta de Veja, a serviço eleitoral de Zé Serra.
Se nota que a solidariedade entre os blogs é tão escassa quanto na FIESP ou na Fiergs e Farsul.

Anônimo disse...

Ôpa, pera lá Mário.
Inclui fora dessa o blog "O Partisan".

Anônimo disse...

As 39 capas da Veja narrando a corrupção no Governo Lula agora estão valendo?????

João

carlos disse...

Como dizia o filósofo Collor de Mello, "o tempo é senhor da razão".

Se em 39 capas detonando Lula a casa não caiu era porque o denunciante é farsante.

No caso de UiYeda vamos fazer o mesmo, aguardar e ver se a casa não cai.
Mas já tem muitas rachaduras e rachamoles.

Anônimo disse...

Veja é PIG: golpistas contra a governadora Yeda! Ué, mas não eram golpistas contra o LuLLa? São golpistas contra todo mundo!

Para a esquedalha, perseguir corruptos é ser golpista. A imprensa ideal da esquerda é aquela que não fiscaliza ninguém.

Marimbondo Oveiro disse...

ningué dá golpe em galinha morta, resta apenas a pá de cal sobre a tumba da penosa.

Anônimo disse...

A Veja não fez nada demais, ela segurou enquanto pôde. O problema é que a Véia já está fedendo, e fedendo demais.

E o primeiro "damo". Nunca vi 400.000.

Porra o cara não vê nada!

MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Anônimo disse...

"A miséria mais abjeta".
O destino de Yeda então seria passar os próximos anos sustentando advogados para defendê-la.
E sabem cobrar bem esses criminalistas, ainda mais de quem pode.
Tomara.

miguel disse...

è triste ver que existem pessoas que conseguem defender a Yeda...
Porem seus argumentos são infantis, para nao dizer coisa pior...a veja fez a materia - e como ele propria escrve - 40 DIAS após ter a informaçao.
Logicamente esperou o OK da candidatura Serra. Quem acha que nao existe ligaçao nao entende nada de politca. A Veja, neste caso TEVE que publicar e entao, esperou o momento menos ruim, e só o fez apos o ACEITE do Serra e sua quadrilha..Fogaça vem aí e ninguem do PIG/RBS/Veja vai dizer que o PMDB tem a casa civil e TREZE secretarias no governo Yeda e que SEMPRE ENTERROU AS CPIS NA ASSEMBLEIA....porém, nosso "politizado" povo gaucho nao consegue seuqer ver isto por conta propria..esta preocupado com o BIG BROTHER e com a febre suina

claudia cardoso disse...

Feil, eu não havia lido teu post até agora, quando escrevi o post no blog. Graças ao "mail list" do Hupper, cheguei até aqui.

Da tua análise, eu só discordo com a questão PMDB-PT. O PMDB cai fora do governo Yeda, não para fazer coligação com o PT, mas para garantir apoio do PSDB na campanha 2010. Ou seja, cai fora caladinho da silva, sem estardalhaço.

Até pq, pelo menos aqui no RS, as Operações Rodin e Solidária demonstram as ligações destes dois partidos - PMDB e sua cria, o PSDB - em formação de quadrilha. O coxo não pode falar do manco. Estão aí as causas do silêncio do Simon desde sempre!!!

Não esquecer, que foi Germano Rigotto [PRBS-PMDB] que levou o ZO para a Sec. Justiça. E que tem dedo do Eliseu Padilha no caso das barragens Taquarembó e Jaguari.

Por isso, aposto mais no fim da candidatura à reeleição da Yeda, o que para o PSDB Nacional basta. Mas não no seu impedimento ou renúncia. E tendo o PSDB como aliado do PMDB de Fogaça no Piratini.

Claro, com a RBS tapando o sol com a peneira pra dar uma ajudazinha no arranjo!!!

Abraço!

Callado disse...

A tua análise está sendo confirmada pelos fatos, Feil.

Ari disse...

VAI TE FUDER JUKÃO!!!

jukão disse...

Ari, To de Cara Vermelha, tu é cara de pau, tipo chupim botando ovo no ninho dos outros.

PICARETÃO, Direitoso. Parasita.
Protozoário de Rico.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo