Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 6 de maio de 2009

"Tem muita coisa varrida para debaixo do tapete do nosso cinismo"


A breve (e densa) mensagem de um leitor petista

A propósito do post abaixo “Desagravo a Olívio Dutra”, recebo esta mensagem do nosso leitor Juarez Prieb:

Durante o governo Olívio a mídia guasca pautou o debate a ponto de quase desconstituir a administração petista. Até a Luciana Genro tirava casquinhas metendo o pau no governo, como boa oportunista que sempre foi. Pois bem, a própria militância petista foi na onda da mídia, por isso o resultado da prévia favoreceu Tarso (que carregava filiado de ônibus como qualquer candidato dos partidos tradicionais). Olívio sofreu ataques, então, da mídia direitosa e do próprio PT, que já começava a dar sinais de deterioração política e moral, haja vista que aniquilou o seu próprio governador, não lhe dando chance de fazer o debate eleitoral para se defender dos ataques da direitosa golpista.
Essa história ainda precisa ser contada em detalhes por algum autor corajoso. Tem muita coisa varrida para debaixo do tapete do nosso cinismo e acomodação pequeno burguesa.

16 comentários:

jair disse...

Juarez, é isso o PT majoritariamente tirou o tapete do bigode. Isso foi canalhice, embarcaram na conversa safada da mídia, depois, derrotar Tarso foi só um detalhe, para eleger o sonso do Rigottinho.

GUERILHEIROS VIRTU@IS disse...

PLS, GOSTARIA DE UM LINK PARA O ARTIGO ORIGINAL DO pAULO fERREIRA, QUE DEU ORIGEM À POLÊMICA, ALGUÉM PODERIA ME AJUDAR?
saroba@gmail.com

Luiz Settineri - SAROBA

Prieb disse...

Luiz, me admira você achar que os nossos companheiros escrevem artigos. Isso é coisa pra esquerda francesa, da década de 60. Aqui, o debate é fulanizado, sem lidar com nenhum conceito e todo ele por via da mídia direitosa.
De qualquer jeito, a fala de Ferreirinha está na ZH de ontem, coluna de Rosane.

Jordi disse...

Acho que um dos maiores erros já cometidos no estado foi não ter deixado o Olívio concorrer, e provavelmente perder, naquela eleição. Mas também não gostaria de meter no mesmo saco dos oportunistas todo mundo que fazia críticas ao governo (tenho zero simpatia pela Luciana Genro). Um dos nossos erros durante o governo foi não saber diferenciar as críticas e atribuí-las todas, à direita, uma postura um tanto stalinista.
e repito o comentário ao post anterior:

"Não sei se o "Tarso carregava filiado de ônibus", até porque acho que o Tarso não sabe dirigir ônibus. Imagino que o Juarez quis dizer que o grupo que o apoiava fazia isso, com certeza com a sua anuência. Lamentável, e também é lamentável que o grupo do Olívio fizesse exatamente o mesmo, organizadamente, além de pagar mensalidades atrasadas de filiados para que estes fossem votar. Eu presenciei. Voto de cabresto, de ambos os lados, uma pena."

Anônimo disse...

Essa de culpar a mídia má por qualquer coisa beira a infantilidade - ou ao mau caratismo, já que nos redimi e isenta por qualquer erro cometido.

Será que é tão difícil, para vocês, cogitar, assim, de canto, só quem sabe, vamos ver, a possibilidade de o governo Olívio ter cometido erros significativos e que desagradaram a parte do eleitorado (no caso, a maioria)? É uma coisa que acontece o tempo todo no jogo democrático: partidos fazerem governos, não agradarem e não se reelegerem (aliás, aconteceu com TODOS desde a redemocratização aqui no RS).

Mas, não, não, o PT é diferente, fizeram um governo magnânimo, o povo que é que é ignorante e não sou apreciar a genialidade de Olívio Dutra - além de ter sido manipulado pela mídia má, claro! Ora, faça-me o favor...

Bem que eu queria ter uma mídia má na minha vida para poder jogar a culpa sempre que eu errasse. Seria mais fácil viver.

potigucho disse...

"...Tarso (que carregava filiado de ônibus como qualquer candidato dos partidos tradicionais)."
Essa, sim, é uma afirmação direitosa, sem comprovação e tão oportunista quanto as da Lucianinha...

jair disse...

Potigucho, quer que eu mande as fotos?
Tenho muitas delas, de várias zonais de Porto Alegre, de Canoas, de Gravataí, cujo prefeito foi punido pelo TRE por aqueles episódios da prévia, de Santa Maria, Bagé.... e por aí afora.
Ah, tem fotos de Pelotas, muitos ônibus com bandeiras de Tarso na janela.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Não existe nada mais medíocre e vulgar do que culpar a mídia -- que teria hipnotizado (vejam só) inclusive a militância petista -- sobre os incríveis erros do governo Olívio Dutra, um dos piores e mais impopulares que já passou pelo RS. Olívio fez um governo de ressentimento, colecionou listas de brigas não apenas com o empresariado e com a grande mídia, mas também com os servidores, inclusive o reacionário CPERS (que luta com unhas e dentes para manter um Plano de Cargo de Salários da época do Amaralzinho). O governo Olívio foi um governo de arrogância, de incompetência política (não teve condições de manter o aliado PDT no governo) e de preconceito com o capital (Olívio sempre se negou a receber os empresários da Ford e fez de tudo para que a montadora desistisse do negócio). E a mídia apenas divulgou os fatos. É claro que criticou, mas com certa razão. Houve abuso, houve. Mas se a ZH tivesse dado apoio a Olívio no episódio da Ford perderia 98% de seus leitores. E o caso da CPI da segurança, é importante lembrar, não surgiu do acaso, mas de uma conversa gravada do complicado assessor, amigo oculto do governador, Diógenes de Oliveira, cuja voz gravada e divulgada disse que a polícia não deveria reprimir o crime organizado. Isso não foi invenção de ninguém. O governo Olívio sempre foi o pior avaliado no ranking da Folha, para quem não se lembra. E o PT fez o óbvio, tamanha a impopularidade de Olívio, sua candidatura se tornou inviável e botou Tarso a concorrer. O reconhecido fracasso do governo Olívio não tem nada a ver com a mídia, mas do preconceito, da intolerância e da incapacidade do próprio Olívio e de seus assessores. E por isso ele está fora da próxima eleição.

Anônimo disse...

Maia, vá ser conselheiro político da dona Yeda. Ela tá precisando.

Gilmar Antonio Crestani disse...

A afirmação "a própria militância petista foi na onda da mídia, por isso o resultado da prévia favoreceu Tarso" não é verdadeira. Tarso, em conluio com um zé ninguém de Sta Cruz e Hélgio Trindade, fabricaram uma pesquisa nos porões da UFRGS. Quanto estivemos com a Reitora Wrana Panizzi cobrando a participação da UFRGS no caso das pesquisas do CEPA, ela nos fez lembrar que outro instituto daquela universidade havia participado de falcatruas e nós não haviamos cobrado. Portanto, Tarso, que na época andava de braços dados com Zé Dirceu ou qualquer outro que servisse para afrontar Olívio, é tão confiável quanto Daniel Dantas.

Suzie disse...

Convenhamos...
Conheço pessoas que trabalham pelo país.Não são políticos e tampouco CCs.
Quando voltam ao RS ficam estarrecidos(as) com o retrocesso.
Enquanto em outros Estados no norte/nordeste aproveitam os ventos do governo Lula, o sul agoniza.
A culpa é do PT?
Me poupem!
E tem gente que aplaude a decadência gaudéria.
A mídia local é anti-PT.
Alguém tem dúvida?
Eu não!
Quando olho para trás e vejo as realizações do governo Olívio, sinto uma tristeza pelo RS de HOJE!
É o atraso do atraso.
Quem governa é a mídia.
Quem segura este governo é a mídia e os poderes constituídos.
Não acredito mais na politização do povo gaúcho.
Até "nazistas" proliferam pelo Rio Grande do Sul.

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

Maia, vai tomar naquele lugar, seu babaca, vai lamber as tetas da bruxa Yeda, aquela te paga para falar bobagens aqui.

Noiram disse...

O Maia é apaixonado pelo Olívio!
Em 10 de seus comentários, 9 tem o bigode no meio.

edu disse...

1° - Olivio nao ganhou a eleiçao de 2006 por apenas 4% dos votos, nao teria vencido rigoto???

2° - quem conhece o PT de perto sabe que a ala de tarso genro é a parte podre do partido. Isso responde pq a rbs e o pmdb adoram tarso.

3° - O Governo Olivio é INDISCUTIVEL, entre pessoas inteligentes e bem informadas. Os tolos ficam acenando com pozinho daqui, ruguinha dali, o bigode é torto...

Paulo Renato disse...

Tarso:

-negou-se a ser vice do Olívio em 98, dividindo o partido;
-concorreu à prefeitura em 2000 apenas para se cacifar, rompendo a tradição do vice ser candidato e jogando o Fortunati pra fora do PT;
- renunciou um ano depois e impediu que Olívio tentasse a reeleição em 2002.

Que ego personalista, hein? Mas se ele for candidato ano que vem, estaremos juntos outra vez, fazer o quê...

Anônimo disse...

"Não existe nada mais medíocre e vulgar do que culpar a mídia..."

Existe sim. O de acreditar que ela é desinteressada e que informa sem interesse nenhum.

jmota

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo