Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Serra pode usar armas mais pesadas contra Yeda


A guerra dos brancos ainda nem começou

A CPI da Assembléia guasca foi congelada por expectativas fisiológicas de três deputados pedetistas que ainda aguardam farelos que possam cair da mesa do Piratini. Ledo (Ivo) engano.

Mas dona Yeda não perde por esperar, seu companheiro partidário, governador José Serra (foto), pode usar novamente o instrumento “Veja” de excomunhão completa do ninho tucano.

O complexo bélico Serra/Veja, por enquanto está usando munição para matar passarinho. Mas pode usar armamento de grosso calibre como a gravação “não me levanto desta cadeira por menos de cem mil” e outras mais letais.

Quem é bem pretinho (como eu), assiste a guerra dos brancos da Casa-Grande, esfregando as mãos.

18 comentários:

el barto disse...

acho que a véia deu uma bela de uma adoçada no bico do vieirinha, "o honesto".
ps: lembrar que o tal de kalil tava metido na falcatruagem dos selos na AL.

Carlos Eduardo da Maia disse...

O DG pensa e acredita piamente que os movimentos do mundo difuso, da complexidade e da diversidade que estamos embutidos é exatamente igual ao que havia no século XIX, da época de Marx, como se os movimentos fossem monolítico e existissem apenas duas classes bem definidas. E a história já está determinada. De um lado, os bandidos, os homens brancos, os capitalistas, os exploradores, os homens da casa branca; de outro os pretinhos, o pessoal da senzala, os explorados. De um lado está o malvado do Serra (que aparece na imagem acima com uma arma, mas ele foi a favor do desarmamento no plebiscito realizado faz pouco) que se alia aos grandes grupos econômicos, à grande mídia e de outro lado está quem? Os bonzinhos do DG, do MST, do PT etc. Trata-se de um reducionismo infantil e medíocre de dar dó. Os movimentos da atualidade não são monolíticos. Eles são difusos, eles se transformam de acordo com o pluralismo e com a diversidade. De acordo com o momento e com a vida prática. Está ai o chamado lulismo de resultados. Está ai o Chávez alimentando o capitalismo de EStado. Marx foi um grande crítico, mas um péssimo conselheiro e vidente. Não previu em seus tratados religiosos o surgimento de uma grande e maciça classe média que não para de crescer e alimenta a cidade moderna com uma nova ideologia, que consome e não consome, que é cidadã e não é cidadã, que protesta e não protesta, que fica em silêncio e abre a boca, que participa e não participa. Essa é a grande novidade do mundo que estamos embutidos, mas o DG continua com suas idéias de século XIX.

eduardo disse...

como é que o grande Carlos Salzano foi ter um filho tão besuntado? como esse "Vieirinha", o diminutivo já dá a dimensão do homenzinho.

Anônimo disse...

SERRA FECHA PARCERIA COM RITA CADILLAC

Blog Viomundo - 20 de maio de 2009 às 12:03

Ela vai ajudar a produzir livros didáticos em São Paulo.

Veja a capa do primeiro livro no blog Quanto Tempo Dura?

Para quem não entendeu, a piada é a propósito da notícia abaixo:

19/05/2009 - 08h37
SP distribui a escolas livro com palavrões

da Folha Online

Livros contendo expressões como "chupa rola", "cu" e "chupava ela todinha" foram distribuídos pela Secretaria Estadual da Educação de São Paulo como material de apoio a alunos da terceira série do ensino fundamental (faixa etária de nove anos). [...]

De novo

Esta não é a primeira vez que o setor de educação do governo Serra se equivoca em relação aos livros distribuídos a alunos.

Em março deste ano, a pasta de Educação foi duramente criticada por professores da rede estadual por causa de erros em 500 mil livros didáticos distribuídos.

Um livro didático de geografia, usado por alunos da 6ª série do ensino fundamental nas escolas públicas, mostrava o Paraguai duas vezes em um mapa da América do Sul e exclui o Equador. O problema aparece tanto nos livros destinados aos estudantes quanto nas publicações destinadas aos professores.

À época, a secretaria creditou o problema a editora que o produziu e informou que determinou a troca das publicações com erros.

Outro lado

Em nota, o governo admitiu o erro ao distribuir a publicação e diz que o montante de 1.216 exemplares compõem apenas 0,067% dos 1,79 milhão de exemplares distribuídos aos alunos da rede. A secretaria informou ainda que a obra é só uma entre as 818 escolhidas.

Vejam que bela imagem: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/serra-fecha-parceria-com-rita-cadillac/

SBENTENAR disse...

- TODA A QUESTÃO SÓCIO-FILOSÓFICA DO MALA DO MALA REDUNDA CONCLUSA DO ANÔNIMO DAS 12:37: "SERRA FECHA PARCERIA COM RITA CADILLAC" ISTO É QUE EU CHAMO DE PROTO-FILO-SEXUAL DA DEMOCRACIA SOCIAL-DEMOCRATA, QUE NADA MAIS É DO QUE O SAMBA DO CRIOULO DOIDO.

Anônimo disse...

O governador de (e tudo para) São Paulo, comprou 1.000.000 de livros pornográficos para as crianças da rede escolar! Dilma vai dar de relho no primeiro turno.

el barto disse...

bem, faz sentido, depois daquela "lição" sobre febre suína...
essa é a educação tucanalha, enlatamento da educação, livros pornôs, "os porquinhos"... bah!!

Anônimo disse...

Essa é uma peça clássica da função da pessoa que se intitula Maia. Seu comentário não se refere a nada do que está no post do blog. O lance do "eles que são brancos que se entendam" é só uma metafora, não implica em nada ao que se refere o post. Mas a informação concreta do uso da mídia por uma pessoa/partido, um uso histórico, isso ele não comenta.
Creio que a partir deste post o blogueiro pode deletar todos os comentários desse idiota.

Anônimo disse...

Proponho o Maia esse para vice de Serra, caso Rita Cadillac não tope.

Anônimo disse...

O Maia, eu acho, é própria Rita Cadillac, aqui com este nome outro nome artistico

Claudio Dode

Ruy disse...

Deixem a "cuiúda" governar.
É um governo muito técnico, para resolver problemas do passado.
Queremos nos próximos 4 anos, estradas. Está o caos.
Os governos militares fizeram este RS se desenvolver. Construiram muitas rodovias que foram úteis em 30 anos.
Hoje, é necessária a duplicação em muitos trechos dessas rodovias.

Com brigas pelo poder não vamos melhorar nosso RS.

Chega de esse negócio de CPI prá "cuiúda".
A esquerda tem que ser mais inteligente!

edu disse...

Acabou.

Anônimo disse...

Confesso que desde a primeira reportagem da Veja estou tentando entender essa lógica psicótica do Feil sobre Serra querer destruir Yeda.

Quer dizer que a Yeda representaria algum risco à candidatura Serra à presidência?! hahahaha.. não consigo imaginar uma piada maior.

Yeda e o Rio Grande do Sul há muito tempo são completamente irrelevantes na política nacional. Essa tese do Feil é a coisa mais patética que eu já ouvi e ele insisti nela.

O que me faz pensar: esquerdistas sempre inventam uma tese furada para que a dinâmica dos maus (eles) contra os bons (nós) não seja quebrada. Se a Veja detonou a governadora tucana, bem, então é preciso inventar uma tese furada para explicar isso de forma que a Veja continue no grupo dos "maus".

Não sei se é pra rir ou pra chorar.

Anônimo disse...

o que os idiotas não conseguem entender e os mal-intencionados tentam disfarçar é que a grande imprensa é um instrumento político com ideologia, objetivos políticos, interesses econômicos, ou seja, um business na palavra da moda.
Ou a Veja, a FSP, a Globo fazem jornalismo independente, preocupados apenas com a verdade factual?
Contem outra.

Anônimo disse...

Força,Yeda!A verdade sobressairá desse arrazoado de mentiras ou ilações cujas provas são sempre ocultadas por isso ou aquilo.Reafirmo aqui que se deva investigar tudo mas que se dê também o amplo direito à defesa.Por exemplo o pseudo-sindicato dos professores(=trabalhadores da educação)do RS(ou seria do PT e CUTs?)através de sua golpista presidente a detestável Rejane Oliveira declarou que o governo Yeda acabou e que ela dê o fora logo.Esta é a classe de pseudo-educador que campeia aqui nos pagos do Sul,Tchê!

Anônimo disse...

Força, Yeda! Força que o cofre não resiste.

A Pedagogia do Conteiner editada pela asquerosa secretaria de educação, educadora que detesta educação.

Este anonimo cretino, será o Maia? será a Rita Cadilac? Será a Yeda Fusquinha?

Este é o movimento difuso do tucanato pefelista.

Aliás a Yeda está demais até para o pefelê!!!!

Como diz o paulista: Porra, meu!

Claudio Dode

Celina disse...

Dode pé de chinelo!

Vá se catar.

Quando tiveres condições de comentar sobre os posts, és bem vindo. Para cuspir, sua ignorância ,sobre outros comentaristas, é melhor que brinques nos joguinhos das "LAN HOUSES"!

Guarde os trocos para comer seu idiota!

Armando disse...

Não aguentamos mais o Serra aqui em SP, mas também não precisa ser "exportado" para o Brasil todo. Vamos torcer para que Dilma coloque um basta nesse baile.

armando

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo