Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Mariza Abreu é um sargentão stalinista




Secretária tucana só fala no imperativo

As expressões usadas pela secretária de Educação do governo Yeda Crusius ao anunciar através de jornal – por si só, um ato autoritário – a decisão de agrupar as disciplinas curriculares da rede pública estadual em quatro áreas foram muito infelizes. Quem duvida, que leia os fac-símiles acima, retirados da matéria de Zero Hora da última terça-feira (5/5), que serviu de plataforma de lançamento do projeto à comunidade sul-rio-grandense.

Quando a secretária Abreu afirma, categórica e imperativa, que “os cursos de licenciatura terão de se adaptar” está sendo autoritária para além da sua alçada e competência político-administrativa, está ditando um novo formato pedagógico às escolas de terceiro grau que ficam fora da rede pública estadual. A secretária se julga um Napoleão gordo, que pode tudo, bem além das suas fronteiras administrativas, pode tudo nas Universidades públicas e nas Universidades privadas. O mundo docente do Rio Grande do Sul está sendo convocado de forma unilateral e autoritária para mudar as suas práticas em apenas seis meses, porque alguém com alma de sargentão stalinista (fiel à formação política primitiva da secretária) quer e determina a seu bel prazer e gosto o que deve ser feito no Estado.

O episódio encerra – certamente – o ato mais autoritário do governo Yeda Crusius nestes 29 meses de administração. A envergadura e o alcance de um bom projeto ficam subordinados ao capricho e à cupidez de dona Mariza e de dona Yeda. É de supor até que ambas queiram sabotar o agrupamento disciplinar, originalmente pensado e proposto pelo governo federal, além de erradicar direitos dos professores estaduais e sucatear ainda mais o ensino público.

Enquanto a implantação do projeto exige método dialógico e concertação participativa, a secretária Mariza Abreu determina – de dedo em riste – ordem e obrigação, e ponto final.

Não vai dar certo.

25 comentários:

Carla disse...

Eu realmente não sei o que é mais ético fazer com uma criatura dessas... Internar, interditar, linchar (rsrsr).. sei lá...
Será que ela, como representante em uma democracia (tá, parece piada), não se dá conta que atuar contra os interesses da população já é sim um grande obstáculo que deveria ser respeitado!?
Quem vai ter que se adaptar? Nós, a sermos feitos de palhaço ao sermos furtados do nosso direito de ter educação de qualidade (já que não é de graça - pagamos por isso), ou ela, que deve parar de falar e fazer besteiras?

el barto disse...

essa véia com cara de dona de bordel de beira de estrada, como boa lacaia que é, só está dando eco ao que pensa a sua patroa destrambelhada e barbitúrica e o pessoalzinho tucanalha. com os aplausos da rede bunda suja e seus mandaletes baratos de plantão (as abelhinhas, lassies, santanas e coimbras da vida).
desgoverno tucanalha, o mais VIGARISTA da história guasca, vergonha nacional.

Sérgio disse...

Napoleão gordo é sensacional. Nada pior que uma ex-comunista renegada, convertida ao extremismo neoliberal e quadrilheiro do tucanato. Deus nos livre.

caciiiiiiiilda disse...

Essa Mariza Graxa Mansa sempre foi de direita, desde o movimento estudantil, quando era filiada do PCB, stalinista de carteirinha. Isso nunca foi de esquerda, ela continua onde sempre esteve, ou seja na direita.

jacira disse...

"Não há nenhum obstáculo significativo" - diz Mariza. Ela pensa que está trocando o sofá da sala de lugar. Tudo é simples.

Anônimo disse...

Essa é a verdadeira peste suína! E acha que alguém vai acatar seus arroubos autoritários. desse modo nem que estivesse propondo o melhor dos mundos seria atendida. Essa suína tem é que se internar num spa pra baixar a graxa que já tá sufocando o cérebro, que diga-se de passagem nunca foi grande coisa.
Netto

gabardo disse...

se essa merda pega uma gripe, o Rio Grande vai pro mapa mundial da pandemia H1N1.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Mariza Abreu luta contra os interesses privados do CPERS, cuja diretoria atual, capitaneada por uma radical ( e tem gente que acha que ser radical é legal) que não admite nem debater mudança no Plano de Cargos e Salários de 1974, um dos mais atrasados do Brasil. TEM QUE MUDAR O SISTEMA DE EDUCAÇÃO NO BRASIL E NO RS, mas o interesse particular do corporativismo não quer. Se o interesse privado não quer, e o governo foi eleito exatamente para fazer mudanças na educação, tem mesmo que colocar a boca no trombone e falar no imperativo.Não gosta da Mariza Abreu, mas no debate franco e aberto que ela fez na Rádio Gaúcha com a Rejane Oliveira ela deu um show de bola e mostrou para todos quem é que tem razão nessa história toda. O problema do Brasil é exatamente esse, se discute, se discute e se discute e não se faz nada, mas tem que fazer, porque o ensino público é catastrófico. Prova cabal é a avaliação do ENEM, cuja prova certa esquerda era contra. Faça, Mariza.

Francisco Goulart disse...

O RS URGENTE ESTÁ FORA DO AR...

Graça Fortes disse...

a tática dessa direitosa parasitária é sempre dizer "eu não gosto da Mariza, mas...", "eu por exemplo, votei sempre em Lula e cheguei a andar de bandeira do PT no carro, mas agora...".

Chega, gente, vcs acham que as pessoas que lêem blog são idiotas como as pessoas que lêem Zero Hora e a coluna do babão Santana ou vão rápido ler o box "pra seu filho entender" pra ver se pescam o que vai na política?

Gente, muda o disco. MUDA.

Luciano Vargas disse...

Que meigo! Já posso até imaginar a Mariza Abreu, com uma roupa de couro, com um "strap-on" atado à cintura, e o Maia atado na cama, suplicando:
- Faça, Mariza!

Anônimo disse...

Ô, garoto. Que argumentinho ad hominem rastaquera, hein!? Força, Maia.

Anônimo disse...

O Maia vai precisar de força mesmo, quando a Mariza fizer...

Anônimo disse...

Tanto o Maia quanto a Mariza vão precisar é de emprego, muito em breve...

SBENTENAR disse...

- EH, O PIOR FANÁTICO EH O CONVERTIDO. VEJAM O PROH-LIBIO BRAGA; A DESGOVERNADORA QUE ERA KEYNESIANA; O GOLDMAN PSDB(SP); O ROBERTO FREIRE (PPS) E OUTRAS FIGURAS MAIS OU MENOS INTRAGÁVEIS , COMO ESTA SECRETARIA DA (DES)EDUCAÇÃO COM A COOPERAÇAO DOS MALAS MAIAS DA VIDA. PUTZ!!

Anônimo disse...

Olha,...

Tem um cara de "certa direita" que está piorando o seu senso incomum.
Recomendo um psiquiatra urgente paro o gajo, ao invés de comentários está produzindo uma espécie de auto-bullying...

Joaquim disse...

Isto é babozeira pura. É fumaça para esconder o bode verdadeiro.Quero ver qual juíz vai obrigar "PROFESSOR CONCURSADO" para lecionar biologia, por ex.,entrar na quadra de esportes para a prática de educação física.

Anônimo disse...

ALGUÉM PODE ME DIZER PORQUE O RSURGENTE.NET ESTÁ FORA DO AR??

Juarez disse...

Ataque de hackers, parece. Tem que acessar via http://www.rsurgente.blogspot.com/

O endereço http://www.rsurgente.net/ foi desviado para uma página de estranha.

Anônimo disse...

Para falar a verdade:

1- Os interesses do CPERS são COLETIVOS;

2- Os interesses privados são os da Mariza Suina;

3- Radical, e de direita, é a Mariza;

4- É Mariza que não admite DISCUTIR, usa a metodologia do Goela Abaixo;

5- Os fascistas do guiso lógicamente adoram a maneira troglodita da bedel adiposa.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Enquanto isso, a (des)governadora só fala no futuro. Eternamente candidata. Eu sinto náuseas quando a vejo.

Oscar torres disse...

O TEMPORA O MORES...
mas eu queria saber o que pensam os func. publicos que votaram na véia mocréia et caterva.

Verinha disse...

Olha, senhor Oscar, coisa totalmente impressionate acontece: de uns tempos pra cá, 'ninguém votou nela'.

Mariza Abreu quer que um professor faça o trabalho de quatro e receba o salário de um. Tamo FU!
E a opinião dos professores, pais e alunos sobre esse projeto não interessa, somente a opinião dos empresários é que conta.

Essa tática da 'goela abaixo' está ficando comum neste DES-governo. Lembram do caso dos pedágios, que ela(Yeda)queria aprovar a toque de caixa, sem discutir com ninguém?

Pior!

Anônimo disse...

Não seja adolador e mentiroso. O que ela faz é só reproduzir o que o MEC já terminou que será. Agora não haverá, por exemplo, a disciplina matemática. Quando cada docente, como o de física precisar de alguma coisa de matemática, ele mesmo ensina e aplica ao caso.

Fernando Haas disse...

Ciranda, cirandinha
Vamos todos
Cirandar
Quem nao quiser
Que um pau grosso
Vá chupar

Bem grosso, duro e varizento
Isto que a secretária
Pedagoga
Pedagogenta
Bem nos diz
Vamos todos nos foder!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo