Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Um breve comentário sobre a enfarruscada conjuntura guasca


Se outros não fizerem, Serra vai mandar fazer

É hilária a entrevista do advogado Eduardo Alckmin ao jornal Zero Hora, de hoje. O sujeito, além de pândego, é um penalista metódico. Acha que invocar chicanas astutas é defender (ou atacar) o cliente que o constituiu, no caso a governadora Yeda Rorato Crusius.

Aliás, não fica claro se o defensor (ou atacador) de Sua Excelência está constituído pela pessoa física ou se pelo governo do Estado. Qual é o centro de custo desta despesa com honorários profissionais? O Tesouro ou a bolsa pessoal da senhora Yeda Rorato Crusius?

Vamos adiante. O senhor Alckmin, vê-se na entrevista, é um cartesiano que só observa o aspecto positivista do vasto imbróglio no qual está involucrada a sua cliente ilustre. Há os rolos jurídicos no complexo caso, mas nem tudo pode ser reduzido à questão jurídica em si. Existem quebras de regras de competência, foros inadequados, e até se discute se o STJ é ou não o endereço próprio para julgamentos futuros, mas estes são apenas cacos parcelares do problema yedista.

A governadora não é vítima de uma conspiração judicial, mas sim de bandidos instalados no seio do seu próprio governo. E por estar contaminada por esses feitos criminosos, é que foi jogada aos tubarões por seus companheiros e dirigentes nacionais tucanos.

O advogado diz que Yeda “não está sendo acusada de nada”. Muito bem. Mas então por que um advogado penalista para defendê-la? Por que não contrata um constitucionalista? Um especialista em direito imobiliário, a propósito do imóvel adquirido em condições obscuras?

O fato é que a governadora está pendurada não é nas teias da justiça, mas nas teias da política e da corrida eleitoral de 2010, contra o qual um advogado penalista, por mais metódico que seja, pode nada ou muito pouco.

A sorte de Yeda, para o tucanato serrista, está decidida, ela cai, porque interessa eleitoralmente que o RS não continue vulnerável como esteve nestes últimos 29 meses.

A sorte de Yeda, para o presidente Lula, ao contrário, não está decidida. Por isso que a Polícia Federal mostra-se paralisada face aos fatos dos últimos meses no Estado. Lula, bom calculista eleitoral, quer aproveitar o enfraquecimento tucano no Sul para vitaminar a sua candidata, a ministra Rousseff. Mas para isso precisa resolver o problema sucessório no Estado, nem que tenha que dobrar a espinha do PT/RS a fim de que este aceite uma composição com o PMDB. Empreitada de difícil execução, tanto do lado petista, quanto peemedebista. Caso a PF aperte o cerco sobre Yeda, ela certamente cai. Mas quem ocupa a vacância de poder? Feijó? Olívio? O presidente da Assembéia, um petista? Ora, um concerto político mais difícil que o jogo sucessório de 2010.

Nesse compasso todo, Yeda sobrevive da forma como pode, trazendo chicaneiros, empurrando com a barriga, e como anotou o profeta bíblico Mateus, coando mosquitos e engolindo camelos.

Mas Serra quer derrubá-la, já. E a Veja é o seu instrumento privilegiado. Que tal publicar a gravação do “eu não me levanto dessa cadeira por menos de cem mil”?

32 comentários:

Eduardo disse...

Por esse e outros motivos que sou a favor do "Fica Yeda". Golpe paulista aqui não.

Anônimo disse...

É divertido assistir a esses movimentos de "defesa" da Yeda. Ela passou a semana toda envolvida com esse teatro de defesa/ataque e, hoje, quase certamente, virá mais chumbo -- e do grosso. E aí ela e o seu advogado terão de montar nova encenação para a semana que vem ... Ah, as próximas semanas serão muito divertidas ...

Ary disse...

"Qual é o centro de custo desta despesa com honorários profissionais? O Tesouro ou a bolsa pessoal da senhora Yeda Rorato Crusius"?
Cristof: te pago uma janta (pode levar a Terezinha) se você conseguir demonstrar que há diferença entre as duas alternativas.

Fabrício Nunes disse...

Feil, de tudo até agora abordado sobre Yeda e o mar de lama onde está metida, esta análise de conjuntura simplesmente fez - vou me valer de um termo jurídico, já que está na moda...- "sumula vinculante" sobre o tema!

Parabéns.

PS: por causa deste contexto é que não interessa ao PT que Yeda caia. E no andar que vão se sucedendo as denúncias e o desgaste, o PT não precisa nem mesmo de CPI. O objetivo final do partido, isto é, a questão eleitoral, está parcialmente resolvida. Falta só a entrada de Lula em campo, para rifar Tarso e disputar o PMDB em igualdades de condições com Serra. Pior é que Tarso vai provar do próprio veneno, à medida que ele foi um dos líderes nacionais que enquadraram o PT/RJ e Palmeira para armarem o palanque de Garotinho, lembram?

Anônimo disse...

Fica Yeda!!!!

Sem mais...

sil

mário casado disse...

Análise perfeita. O PT não quer modificar o quadro. A CPI é proposta só pra coisa não ficar paralisada. Pelo menos estarão na mídia por 90 dias. Na verdade, ningue'm quer derrubar a velha, só o Serra mesmo. A velha é uma sangria tucana em todo o sul.

severo disse...

Pra Dilma é melhor a veia ficar sangrando até o último dia de 2010.
Sua avaliação está correta CF.

Anônimo disse...

Alguém se lembra de algo que essa gestão fez que não fosse polêmico, desastrado, prejudicial ou envolto em maucaratismo ?
Saúde? Educação? Administração? Investimentos?
Mas vá lá, fica Yeda.
Que venha a CPI.

Marcos disse...

Vejo diferente.....A CPI certamente atinge também o PMDB via operação solidária ! E o partido vai ter de pagar nas urnas o apoio e sustentação ao (des) governo da madame . Pode ser arrastado junto , neste caso caberia ao Tarso costurar com PDT/PTB a aliança vencedora independente do PMDB.

Anônimo disse...

Realmente o Estado do RS melhorou com o governo da Yeda, que finalmente está colocando as contas em dia, fechando o rombo deixado por seus antecessores.

Ontem, pela primeira vez desde 1999, o RS retomou o pagamento dos precatórios.

Anônimo disse...

E ,sem dúvida ,esta governadora é um pedaço de mau caminho!

Suzie disse...

Os precatórios?
Quem deveria receber 31mil foi pago 13 mil.
Nem todos(as) estão aceitando.
Depende da necessidade.
Tem gente que acredita que as contas estão arrumadas.
Não me engana anônimo!

Anônimo disse...

Melhor governo foi Rigoto e Britto.Depois vieram os precatorios.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Lendo O DG parece que a Yeda está envolvida pessoalmente em zilhões de falcatruas. Isso se chama panfletagem barata. Existe apenas uma acusação (ainda) sem provas que é exatamente a questão do dinheiro da sobra de campanha (R$ 400 mil) das fumageiras e que podem ter servido para comprar a casa da governadora. Este é o fato único registrado e que deve sim ser investigado. Mas esse fato é tido como um crime menor, porque até o Lula confessou que o PT utilizou dinheiro do caixa 2 para irrigar o valerioduto. Mas o DG, naquela época, não pediu o impeachment de Lula e sequer criticou o PT pelas picaretagens realizadas. Critica-se aqui a ZH pelos pesos e pelas medidas, mas o DG faz muito pior. Ele omite.

mariorangel.blogspot.cm disse...

Maia, sei que a tua participação aqui no DG está restrita a UM (1) comentário por post. E vejo que, pelo texto, que te puxas, para deixal-lo bem, digamos, "direito". Mas me diga, qual é a graça que tu vês de ficar batendo boca com pessoas que nã te dão a mínima importância?

Juro que eu não entendo, mas Feud possa ajudar.

Anônimo disse...

Recomendo ir ao blog do André Machado. Alckmin, depois de reunião com Yeda, deu prá trás.

Anônimo disse...

Se Lula não caiu por estar cercado por uma quadrilha, não vejo por que Yeda cairá.

Fabrício Nunes disse...

É que Yeda faz parte da quadrilha.
Ou não?

Anônimo disse...

Lula também não fazia? São as questões que ficam no ar.

Anônimo disse...

Desculpe-me Feil, mas preciso falar do oportunismo dos tucanos estabelecendo a CPI para minar o governo e, que por tabela, prejudicará a Petrobrás. É notável a incompetência da base oportunista do governo: instável e sujeita a mudanças de humores conforme seus interesses mais mesquinhos. Bem ao estilo do que acontece aí no RS e aqui em SP, modelos da (indi)gestão do PSDB.

armando do prado

Luís disse...

Da "base oportunista" de ambos faz parte o senador romano-gaúcho, vulgo Pedro Simon. Uma das diferenças é que ele não tem a chave do cofre do BB, e só apoia CPI em Brasília...

Chico disse...

País à beira de uma comoção institucional
Publicado em 15/05/2009wiki repórter
Mirna Cavalcanti de Albuquerque
RJ-RJ

A situação é por demais grave para que eu deixasse de transmitir aos leitores a matéria abaixo. Quem fala não necessita de apresentações. Leiam, por favor, e inteirem-se sobre o assunto que diz respeito a todos os brasileiros.

País está à beira de uma comoção institucional, afirma Bonavides

Fortaleza (CE), 15/05/2009 - Considerado um dos maiores juristas do País, o professor Paulo Bonavides afirmou em palestra de abertura do 3° Congresso Latino-Americano de Estudos Constitucionais, em Fortaleza, que o Brasil está à beira de um colapso institucional motivado por uma grave crise de legitimidade que atinge os Três Poderes. “O Brasil se acha bem perto de uma comoção institucional, que levará o povo às ruas, em protesto. Só a cegueira governante das elites políticas, que atraiçoam o povo e a nação, não tem sensibilidade de perceber que estamos com os pés à beira do abismo”, avaliou. A avaliação do jurista, cujos estudos na área de constitucionalismo ganharam destaques nacional e internacional, foi feita durante a palestra “Qual a ideologia da Constituição?”.

Na visão do constitucionalista Paulo Bonavides, prêmio Ruy Barbosa da OAB Nacional, apesar da estabilidade de governo conquistada pelo País com a promulgação da Constituição de 1988, a conduta corrupta que é verificada nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário leva o País ao risco de desordem institucional, em que o povo buscaria nas ruas retomar os direitos democráticos previstos na Constituição. Neste aspecto, o jurista é otimista: “A corrupção dos altos poderes não terá força para revogar os direitos e as regras sociais consagradas na Constituição”, afirmou.

Na palestra seguinte, o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, afirmou que a defesa dos princípios democráticos constitucionais é um dos objetivos fundamentais da existência do Poder Judiciário.

A seguir, a íntegra da palestra do constitucionalista Paulo Bonavides:
http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia=10805

Oscar torres disse...

Creio que perdemos tempo debatendo a Yeda: ela acabou, seu governo també, há muito tempo. Éla vai ficar, sangrando até o final e nos humilhando. Melhor passar pro debate do candidato Fogaça, do plano diretor de POA etc.

Anônimo disse...

Armando do Prado: é ruim para a Petrobrás que se investigue o mar de irregularidades que estão minando sua gestão? Engraçado, lá de onde eu venho, é bem o contrário: ruim é deixar a empresa pública ser mal administrada.

Julio Pias disse...

Oscar Torres,
a Yeda não acabou!!!!!!

Ela tem, no interior do Estado, muita popularidade. Mais do que, quando foi eleita.

É forte candidata à reeleção>

Mas como, aqui no RS não reelegemos governadores, a "cuiúda",
só vai ser lembrada pelos bons serviços prestados.

Força Yeda!
Continue governando o RS!
Processe os "mingáus"sem provas!
Estamos contigo!


Fora petralhas, recalcados.....


Fora Pçolicos...........

E viva a DEMOCRACIA!

Anônimo disse...

Se a empresa é mal administrada, o reflexo disso é ela não ter bons resultados.
Petrobrás é
a) Lucrativa,
b) Os preços de seus produtos são estáveis e proporcionam traquilidade e economia ao país,
c) Pioneira e visionária, investe um bocado em pesquisa e colhe os frutos disso.
O "rouba mas faz" é mito, é pura maquiagem.
Os dividendos ótimos da Petrobrás, a pesquisa que levou às reservas extraordinárias do pré-sal não são mera propaganda, são fatos.
A jestão tucana foi marcada pela terceirização, pela precarização, pela tentativa de privatizar a empresa e fraquear à estrangeiros acesso ao nosso petróleo.
O que mais representa esses safados que assinam o pedido da CPI é a P-36 afundando com 10 pessoas dentro.

Anônimo disse...

É indispensável ler (e repercutir) dois post de Paulo Henrique Amorim no BLOG "Conversa Afiada": 1) "Dilma vai processar a Folha" 2) "O objetivo do PSDB com a CPI é privatizar o pré-sal".

Anônimo disse...

E aí?

Yeda continua mandando no RS.

PHA é uma cadelinha de "botinhas cor-de-rosa", recalcada.

YEDA vai para e reeleição!


Eta cuiúda!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

"O Conselho de Trânsito do Detran resolveu cassar a carteira de motorista do vereador Pedro Ruas, do PSOL. Ruas, desde o ano retrasado, tripula indevidamente um carro pertencente a um morto, tomou 35 multas, a maior parte das quais durante a campanha eleitoral de 2008, quando se elegeu. O carro foi usado por vários líderes do PSOL, inclusive pela deputada Luciana Genro.

. O caso do carro veio a público quando ele foi flagrado diante do Palacinho, casa de despachos do vice-governador Paulo Feijó, que tem articulado com Genro e Ruas uma sistemática campanha de denúncias contra o PSDB, empresários e o governo Yeda."

Esse infrator, junto com a ....tal....fdp..e piolhenta ...pçonhenta..Luci...Genro, maconhera.

Mereceumtapinhanabunda.
Pensaramqueayedavaicairseenganaram!

Hannah disse...

O desespero do PSDB e PMDB é ver a PETROBRAS estar sendo administrada de forma pública e dando lucro. A questão é que eles querem colocá-la nas suas mãos sanguessugas!!!!

Até quando o PMDB vai continuar estendendo o tapete para o PSDB, COMO FOI OBRIGADO A FAZER PARA QUE A candidata tucana se elegesse no RS?

Quantos créditos o PSDB tem a receber do PMDB?

O Simon e Padilha podem responder a essas perguntas.

Marcos disse...

Yeda , ciuida ? Putz , temos de admitir : Pegar 400000do caixa dois e quitar a casa própria, é coisa pra cuiudo, né mesmo ? Mais do que isso, ladrão que rouba de ladrão........

Anônimo disse...

perguntar não ofende: será que não tem nenhum deputado desses que se dizem oposição ao governo do RS, para usar o instrumento constitucional e fazer um pedido de informações para que saibamos quem está pagando o advagado da véia. isso não precisa de cpi e só protocolar o pedido na mesa diretora. pobre de nós que votamos nessa gente que não tem competência e nem coragem de fazer a coisa certa.
janufilho

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo