Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 5 de maio de 2009

Movimento de Justiça e Direitos Humanos quer fazer ato sionista?


Mensagem convoca para ato público

Há tempos os boatos varavam Porto Alegre, o de que o Movimento de Justiça e Direitos Humanos está submetido e hegemonizado a um certo círculo sionista guasca.

Pois, numa confirmação ainda empírica, sujeita a comprovação cabal, eu recebo agora pela manhã a convocatória acima (ver fac-símile), através de e-mail. A mensagem eletrônica está endereçada, igualmente, a dezenas de pessoas físicas e entidades conhecidas de Porto Alegre.

Será que o MJDH do Rio Grande do Sul, de tantos serviços e lutas prestadas à causa dos Direitos Humanos no Sul do País, está chafurdando nessa ideologia atrasada, racista, intolerante e excludente, que é o sionismo?

Clique na imagem acima para ampliá-la.

21 comentários:

Anônimo disse...

Sionismo: movimento atraves do qual se chacina um povo, se persegue quem nao concorda com os sionistas e acusa qualquer um de racista se se atrever a confrontá-los.
Obs: Os democraticos judeus são contra qualquer conversa entre governos que possa levar a entendimento, basta ver o que é a Palestina pra esta laia!

Carlinhos Medeiros disse...

Boa, Cristóvão! Eles são poderosos também nas propagandas sionistas...

Marcos disse...

pois então temos de convocar um ato público em frente a sede do MJDH ( se é que tem sede) para protestar contra o sionismo, ideologia racista responsável pelo apartheid na Palestina ocupada !!!

Carlesso disse...

Na Carta de Darfur de 2001, a ONU condenou o sionismo classificando-o de "movimento racista inaceitável".

Israel sionista é um perigo para a humanidade. Estamos com o Ahmadinejad que propugnou pela erradicação dos governantes de Israel e não o Estado de Israel. E os jornais de NY, todos a serviço do lobby sionista (não confundir com judeu ou israelita), traduziram como se o iraniano estivesse pregando o fim de Israel. Nos EUA e mesmo no Irã existem muitos agrupamentos judeus que apoiam o presidente iraniano, pois sabem do que é capaz o governo nazi de Israel hoje.

Natan Avral Shazan disse...

Boa, Carlesso.

Fabricio disse...

Eu sei quem é o sujeito do MJDH. Um sujeito mesquinho, arrogante e prepotente que não respeita o direitos dos outros! Até nos EUA êles são detestados por suas posturas de superioridade mais dramática que o NAZISMO! Holocausto? Isso é matéria para os historiadores sem ranço dos SIONISTAS HIPÓCRITAS !! Aviso aos sionistas dessa casta: Não somos BABACAS de vocês !!

Noiram disse...

Se proibiram a marcha da maconha, poderiam proibir este também.

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

Gente, o Presidente Ahmadinejad cancelou sua vinda ao Brasil, ele não vem mais, somente os empresários daquele país. Segundo consta, Ahmadinejad ficou "irritado" co a posição do Brasil quanto ao teor do seu discurso na ONU...

Natan disse...

Não, Noiram. Não tem que proibir nada. Queremos ver a cara desses sionistas, que vivem disfarçados de defensores dos DH e posam de lutadores da liberdade para os desavisados e ingênuos. Eles usam barbas bíblicas, tem nomes hebreus, tem lojas na Voluntáriose são agentes sionistas. Quero ver essa gente amanhã à luz do dia. As máscaras estão caindo...

Anônimo disse...

Bem, ao que me consta, o presidente do Irã e seu regime não são nenhum exemplo de preservação dos direitos humanos. Pelo contrário, os atacam sistematicamente. Deveria, então, o MJDH ficar calado?

Não entendo essa miopia esquerdista. Quer dizer que, ao criticar o regime do Irã, anti-demcrático e atrasado, que persegue mulheres, homossexuais e outras minorias, eu me torno automaticamente sionista??

O problema é que, para a esquerda, alguns são menos criminosos do que os outros. O tiranete do Irã não deve ser criticado, só porque ele se opõe a outra potência truculenta, Israel. Ambos deve ser criticados e repudiados! É como pedir a absolvição de um estuprador porque o principal inimigo dele é um assassino!

Por favor, parem e reflitam sobre esta lógica torta.

JK disse...

Vocês querem destruir Israel, mas não conseguirão.

Marcos disse...

Estrategicamente é importante para os sionistas que o Holocausto seja eternizado no Ocidente, como uma culpa coletiva, para justificar e acobertar o Holocausto de hoje, o Apartheid social que vive a Palestina ocupada ! Basta de hipocrisia !O governo brasileiro, em sua soberania, pode e deve ter relações diplomáticas e comerciais com o Iran. O resto é xenofobia ao estilo Diogo Mainardi, aliás, com comentário destaque no site da Federaçào Israelita do RS ! Argh !

Cozzer disse...

Anônimo das 11:34, não é que vc se torne automaticamente sionista.
Vc é sionista, pois vocês estão convocando o ato público. Ninguém está condenando o ato público. Mas a falta de coerência dos que fazem a convocação. Quem são os sionistas pra condenar alguém? Os sionistas estão no poder em Israel, um poder usado para exterminar os outros, mulheres, velhos e crianças na Faixa de Gaza.
"Por favor, parem e reflitam sobre esta lógica torta". Esse pedido é pra você mesmo. Acho até bom esse ato público dos sionistas gaúchos, está em tempo mesmo de conhecer esses agentes do Mossad infiltrados em nosso meio.

Anônimo disse...

Nem precisa querer destruir Israel, ele vai se destruir sozinho. Como Hitler.

Anônimo disse...

Cozzer,o anônimo não é sionista, é o Maia, o patrulheiro ideológico do DG, qualquer coisa que se escreva, ele vai criticar. Ah, não, às vezes ele elogia fotos e músicas, porque não entende o que está por trás delas, como não entende Sandor Marai.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Movimento de direitos humanos não pode ser refém de patrulhas ideológicas. Ele deve criticar tanto as prisões de Guantânamo como as prisões de Havana. O pessoal dos direitos humanos tem a obrigação de criticar os excessos de Israel e dos americanos no Iraque, bem como a intolerância do Hammas e do governo do fundamentalimo religioso dos Aiatolás no Irã. Direitos humanos não tem que ter lado idelógico. Ele não pode ser instrumento de doutrinação nem de direita e nem de esquerda. O monumental Sándor Marai foi vítima exatamente da patrulha ideológica de esquerda que o considerava burguês e por isso foi viver na Califórnia até o ano de 1989, quando decidiu acabar com sua vida. Nunca mais voltou a Budapeste e infelizmente não assistiu a queda do muro de Berlim, o que lhe daria a oportunidade de regressar. Milhões de iranianos estão na mesma situação de Sandor Marai, mas isso não pode ser comentado... por aqui. Ou pode?

André f. disse...

TÁ confirmada a novidade que o "Mariorangelgeografo" diz aí encima??O presidente Ahmadinejad não vem mais?! ( Disse bem o "Marcos" das 11:39)

Anônimo disse...

Parece que vem só depois das eleições presidenciais iranianas.

http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPE5430JN20090504

lgonzales disse...

Estamos com o Ahmadinejad? Já tenho um monte de malas supostamente socialistas para carregar, que se dane este muçulmano carola e todos os outros tipos de carolas também.

Quanto ao sionismo do MJDH nenhuma surpresa. Não me recordo de ter visto alguma manifestação deles contra a situação dos presídios gaúchos.

joice disse...

Lembro desse pessoal do MJDH num seminário sobre neonazismo, revisionismo e extremismo político na UFRGS em 2000. Saí do evento com a forte impressão de que havia uma tensão estranha no ar, como se houvesse algo prestes a desmoronar a qualquer momento, apesar do belo verniz acadêmico e, hmm, democrático. O seminário teve também ampla cobertura jornalística, leia-se RBS, o que já diz muito. Infelizmente o guarda-chuva dos "DHs" é mais ou menos como o da democracia e dos "ideais republicanos", todo mundo os usa para "tirar uma casquinha" e legitimar uma sacanagem ou outra. Só que, ao que parece, quando a circunstância exige que se saia desse âmbito mais geral/ideal dos DHs, aí alguns humanos são sempre mais humanos que os outros, e a coisa fica mais flagrante.

Abraço, Cristóvão.

Bernardete disse...

O Serra "viajou" e os SSionistas "viajam" achando que enganam a gente.

He,he,he!!

Abaixo o Serra e os $$ionistas!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo