Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sábado, 3 de outubro de 2009

Vamos continuar com essa gente?


Lulismo vai exigir a mudança da cartolagem?

Agora, o lulismo de resultados pelo menos poderia negociar a saída honrosa do senhor Arthur Nuzman (foto de baixo) do comitê olímpico brasuca e o senhor Ricardo Teixeira da CBF. Essa gente está aí há mais de 15 anos. Se reelegem não se sabe como e por quê. Existe uma corriolagem sebosa em volta destas duas instituições opacas e suspeitas.

Os recursos públicos - com esses personagens que circunavegam as entidades desportivas brasileiras - correm sério risco.

O mínimo que o governo federal pode fazer é exigir transparência, democracia interna, participação plural, renovação de dirigentes e alternância no poder nas entidades diretamente envolvidas com a Copa de 2014 e os Jogos de 2016.

Quem vai bancar a Copa e os Jogos pode dar as cartas e jogar de mão, a oportunidade está lançada.

9 comentários:

Jefer souza disse...

Messias, Lula e Rede Globo juntos em prol das olimpiadas.

Quem diria, a esquerda e as multinacionais sorrindo abraçadas, comemorando.

Agora, expliquem para o cara que não tem esgoto passando na frente da casa dele, o que fazer com o velódromo construído para o Pan do Rio que está abandonado ($$$$).

Expliquem para o cidadão que fica na fila do SUS, sem atendimento médico, a necessidade de contruírmos uma arena para Hoquei na grama (na grana, talvez) sem que tenhamos uma unica alma viva que pratique este esporte no País.

Agora, por fim, expliquem para estas mesmas pessoas, que elas NÃO poderão assistir os jogos nestes estádios, ginásios, etc., mesmo que elas estejam indiretamente pagando por isso.

Morro e não vejo tudo.

claudia cardoso disse...

Espera sentado, Feil! Estavam todos lá, alegres e faceiros! Provavelmente, viajaram no mesmo avião do Lula. Já sabem que serão reeleitos até lá.
No entando, cabe a tua provocação. Por exemplo, poderemos exigir mecanismos de controle público, o que ajudaria na transparência do processo. Quem sabe, a criação de um Conselho Popular do Esporte, com eleição de seus membros por algumas categorias [entre elas, sociedade civil não ligada, diretamente, ao esporte]?
A pensar.

Miguel Grazziotin disse...

Estava demorando para um facista indignado falar mal das olimpiadas.
Até parece que a figura acima está preocupada com os atendidos no SUS. O que o governo tem que fazer é controlar as verbas que serão federais e exigir contrapartida estadual e municipal, além de comprometer a iniciativa privada, poiis será esta a que lucrará com os jogos. Posar de defensor dos pobres usando os jogos é de matar...

van-poa-rs disse...

LULA "tira de letra" estes pilantras! Ele sabe muito bem com quem está lidando e confio no bom senso de nosso Presidente! Isto não quer dizer que ele tenha que afastar algumas pessoas imediatamente, mas está prestando muita atenção em tudo, como sempre!

Remindo disse...

Olha aqui, gente. O Brasil era um país fodido em 1968 e o pessoal que anda hoje pelos 60, 65 anos foi brigando até que com o Lula o Brasil começou a mudar. Hoje tem SUS para todo mundo, não é o ideal mas tem para todos. O salário mínimo compra mais do que comprava em 1968, e isto que hoje tem muito mais coisas para se gastar. A sociedade é complexa, tem que ter dinheiro para educação, saúde e segurança (não polícia na rua), mas também para os momentos de união nacional como copa do mundo e olimpíada. Chega de sermos os coitadinhos. Vamos crescer gente. Vai dar muita roubalheira, mas também vai ter mais emprego. dá-lhe Lula. Dilma 2010, Lula 2014 e 2018.

Jefer Souza disse...

Caro Feil, permita-me expressar minha opinião em teu blog, que um dos mais combativos e independentes.

Repito, morro e não vejo tudo.

Quer um exemplo:

Escrevi defendendo que investimentos em educação, saúde e segurança são mais importantes que o investimentos em estádios e arenas que ficarão sem uso após as olimpiadas. isso é obvio não? Escrevi que quem podreá assistir os jogos serão as pessoas que tem dinheiro e os funcionários das empresas envolvidas. Mais óbvio ainda, não é?

Pois bem, o tal Miguel diz então que sou fascista por defender o óbvio e ressaltar o óbvio.

Dou risada quando leio esse papinho manjado do Miguel que esses jogos são a salvação do Brasil, que quem e contra e fascista, pertence a PIG etc.

Em tempo, sou a favor das olimpiadas e da copa do mundo, tenho grana para me hospedar em bons hoteis, comer em bons restaurantes e adquirir os ingressos.

Acho Lula um dos maiores (se não o maior) presidente que o Brasil já teve.

Mas Miguel, quero te dizer que hoje tu está alegremente abraçado na Rede Globo, Veja, Nike, Reebok, multinacionais e empreiteras que vão encher o c* de grana com estas competições.

E o povo...(?)O povo vai continuar na mesma mer**. Mas feliz e orgulhoso de sediar tão importantes competições.

E tu Miguel, tranquilo com teu plano de saúde desconhecendo a realidade do SUS.

Verinha disse...

Não façamos isso, de dizer que os recursos das olimpíadas farão falta para saneamento, saúde, educação e o escambau... Segundo boletim emitido na quinta-feira(1/10/09), pelo Banco Mundial, em 2016 o Brasil será a 5ª economia do MUNDO!, portanto, quando uma entidade como o BM emite um boletim com essa seriedade, ela leva em consideração não só a economia, mas tudo o que compõe uma situação sócio-econômica de um país, como saneamento, educação, saúde, segurança, energia, infra-estrutura, etc. Outrossim, o que devemos fazer é comemorar a quantidade de recursos que serão destinados para essa olimpíada e buscarmos incrementar os recursos para todas as áreas em todo o país, afinal, uma olimpíada é realizada numa cidade e nós temos problemas em todo os estados.
Com relação a esta olimpíada do Rio especificamente, o que devemos fazer é exigir meios e processos para termos uma efetiva fiscalização(ponto pro Feil!) da utilização dos recursos e não ficarmos com essa mentalidade terceiro-mundista e pequena de que este dinheiro resolveria todos os problemas de todos os lugares e de todo o país. Isso é uma falácia e uma forma de querer nivelar por baixo.
Devemos sim, brigar por mais, e não por menos!
Pra sermos um país grande, devemos pensar e agir grande, ou seja, sempre querer mais e não menos.
Façamos um pequeno exercício: dos 314 milhões de dólares que inicialmente se prevê serem gastos, se fossemos dividir pelos 55 mil municípios que o Brasil tem, seriam destinados 5,7 milhões de dólares, aproximadamente, para cada município, o que não resolveria o problema de nem 10% da população. Então,cara pálida, o que vc prefere? ter este recurso e brigar por mais, ou simplesmente distribuí-lo sem resolver nada, em lugar nenhum?
“O ESFORÇO COMOVE, MAS SÓ O RESULTADO CONVENCE."

Só pra constar, quero dizer que Deus além de brasileiro deve ser Lulista, porque o 'sapinho barbudo' consegue tuuuuudinho o que quer! \o/ \Q/ \0/ \ô/Êêêêê!!!!

E que se dane a oposição!

Remindo disse...

Jefer, te alista no PSDB. Verinha, pau neles!!!

Anônimo disse...

Ô Remindo não queira este destino para mim!

Acho que quem vai filiar-se ao PSDB é a Verinha, que defende o uso do dinheiro público na construção de arena de hoquei na grama, velodromos e outros tantos locais para a pratica de esportes tão populares em nosso país.

Não importa se o dinheiro será usado de forma lícita, sem desvio e sim sua destinação para uma festa bilionária de 15 dia. Isso, 15 dias!!!!

Me lembra a historia do cara que mal tinha grana para pagar o aluguel e o supermercado e compra um TV LCD 32 polegadas pq "antigamente estava 15 mil reais e hoje em dia esta apenas por 2500".

Ou seja, fomos convidados para a festa dos ricos. O problema é que os convites são limitados e caros.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo