Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Estão me mandando gratuitamente a revista Veja


O lixo que eu nunca pedi

O Brasil recebeu semanas atrás conteiners de lixo tóxico da Europa. Pois, do nada, eu estou recebendo - sem solicitação alguma - a revista Veja, há três semanas no meu domicílio.

Um mico, já estou sendo olhado de viés pelos meus vizinhos. Ontem, eu vi uma senhora patusca quando cutucou a amiga e apontou o dedo gordo: - É aquele!

Reclamar a quem? A dom Dadeus Grings?

Meu nome está enxovalhado em todo o bairro. Daqui a pouco irão pensar que eu sou do mesmo peso e estatura moral da Yeda. Um reles e vil aproveitador.

Estou cumulado do opróbrio da comunidade. Uma enxúndia repugnante na minha reputação: assinante - ainda que involuntário - da Veja.

22 comentários:

Anônimo disse...

Não deixa uscumpanhêru saberem se não tu perde a carteirinha de jornalista oficial do governo.

Anônimo disse...

Cabe ação por dano moral, material e lucro cessante. Minha solidariedade. Isso não se deseja nem ao pior inimigo.
armando

Anônimo disse...

Seria um caso de dupla personalidade ?
Você tem algum inimigo ?

Job disse...

Cuidado Feil, daqui a pouco seus neurônios entrarão em colapso e serõ reduzidos a dois depois de sofrer a lavagem cerebral da (In)veja.

elektrofossile disse...

sim: involuntário. agravante: compulsório!

interpretar disse...

Cuidado, daqui a pouco vem a conta. E debitada direto na tua conta, pra ficar mais difícil de não pagar.

marcos disse...

O senhor não costuma usar papel para enrolar peixe fresco ?

Erick da Silva disse...

Isso é pior do que receber aqueles jornais de propaganda das Casas Bahia.
Não serve nem pra reciclagem! Risco de coontaminação tóxica muito elevado!

Noiram disse...

Antes mandassem uma Playboy com aquela morena gostosa na capa.

Dilson disse...

Se manter a revista fechada,os efeitos tóxicos são mínimos,mas não olhe diretamente para a capa por muito tempo.Caso a página com a coluna do Diogo mainardi esteja aberta,você pode sofrer naúseas e võmitos,procure um Nassif imediatamente.

Anônimo disse...

eu já propus fazermos um ato "rasgando a veja" em todo país, podes guardar esse lixo e oferecer aos organizadores usarem na ocasião?Madalena

Lucas Jerzy Portela disse...

ja fui ameaçado por email, pela Abril, de receber Veja de graça.

Liguei pra la. Destratei selvagemente o atendente de telemarketing. E disse que se recebesse meia folha de Veja em casa, eu processava a Abril.

Resultado: não mandaram.

Anônimo disse...

não olho nem para a capa, na banca.

Anônimo disse...

Acho que essa assinatura é um irônico presente da Hanke Neumann. Uma menina divertida que curte um tórrido romance na praia do Rosa.

mariomkp disse...

1 - Processa os caras por dano moral E "tentatica de asédio intelectual"!!!

2 - Manda TUDO de volta via SEDEX (MAIS CARO) pra editora Abril, e processa eles cobrando o custo do reenvio daquele LIXO ALTAMENTE TOXICO!

Eduardo Martinez disse...

Pode ter sido transtorno (pós) bipolar, biserramalte ou bicadágua, Cristóvão. Pelo bem da tua reputação acho melhor iniciar imediatamente no DG a enquete "Quem mandou uma assassinatura da Veja pro Cristóvão estava de boa Féil?". Como brinde, oferece uns exemplares antigos do Pasquim, da Folha da Manhã ou um DVD com a programação da TV Piratini. Eu já tenho um suspeito: o Maia. Por outro lado, vai que tu clicou sem querer num linque suspeito em alguma emala-bomba. Internet veloz pode ser atroz. Uma coisa é certa, não foi o carteiro do poeta que entregou. Ele continua em greve.

Cristóvão Feil disse...

Salve, Postino, Posteiro de São Borja!

CF

Anônimo disse...

A Veja não é papel higiênico para a bunda suja de vocês.
A ralé tem mais é que se limpar com sabudo de milho, grama, urtiga e outros quetais.
Pobre (a esquerda) só lê a veja quando vai levar a patroa no consultório médico e ela deixa ele entrar na sala de espera.
Aliás, lê pra quê?
JHG

Oscar T. disse...

A Veja (como maioria das revistas impressas) está em crise: quem vai pagar se le o mesmo de graça na web? Quem assinaria a Veja et caterva, tem web em casa, laptops etc. Não é só esse caso, soube de várias pessoas que recebem revistas as mais variadas de graça, do nada. Está sobrando papel e tinta pra eles, se não dão...encalha mais ainda.

frederico mayer disse...

Comigo aconteceu a mesma coisa, no ano passado. Foi direto para os catadores.

Cristiano Freitas disse...

Cuidado, daqui a pouco te registram no SERASA, por falta de pagamento...
Que sacanagem receber uma M. dessas em casa.

Anônimo disse...

Oscar T: engana-se. A trajetória comercial da Veja é ascendente há uns bons dois anos. E é sobre isso que é necessário refletir.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo