Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Blogueira cubana Yoani Sánchez quer mesmo é consumir


Assalariada do grupo Prisa quer gastar seu rico dinheirinho

Todos conhecem o resultado do incentivo ao endividamento para fins de consumo de bugiganga supérflua. Desde setembro de 2008 os fatos estão comprovando que o vírus do endividamento está destruindo o sistema por dentro. Endividamentos complexos, cruzados, re-cruzados, pirâmides maravilhosas, cassino financeiro, vigarice legalizada, banqueiros delinquentes, etc.

Pois vejam essa revelação do WikiLeaks. Aproveitando uma visita de Estado com vistas a aprimorar a cooperação bilateral entre Cuba e os EUA, a cubana Yoani Sánchez (a blogueira a soldo do grupo espanhol Prisa) pediu à subsecretaria de Estado adjunta dos Estados Unidos, Bisa Williams, para levantar a restrição que impede os cubanos de fazer compras pela Internet.

Eis, pois, o horizonte utópico da "progressista" blogueira: a moça quer é meter o pé na jaca do consumo desbragado.

E Cuba? Ora, Cuba que se exploda como uma Irlanda qualquer.

17 comentários:

Wadilson disse...

Por quê não me espanto com a notícia 'vazada'? Oras, porque aprendi a ler o blog dela há um bom tempo, assim como aprendi a ler Pato Donald.

Não nego que foi graças a ajuda de uns blogueiros sujos aí que me abriram os olhos, pois assim como os sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho também fui iludido certa feita.

Anônimo disse...

Se Fidel pode usar abrigo da adidas, Che tomar Coca Cola, Lula bebericar uma Romanee Conti pq a coitada da blogueira não pode comprar uns mimos para ela?
Se o Assange tivesse liberado uns segredos de Cuba e não dos Eua, ele seria crucificado como um marionete a serviço do império americano. A soldo possivelmente.
Jefer

Azarias disse...

E agora Sr. Senador Eduardo Suplicy? Como é que ficamos? O Senhor escreve uma carta para o Fidel, via Caros Amigos, pedindo para que essa moça tivesse a "liberdade" para conhecer a Disney.
Sr.Anonimo(talvez um troll), por que razão o Assange não fala nada sobre Israel? Será porque é marionete a serviço dos israelitas?

Anônimo disse...

Quero saber se o signatário desse blog nunca fez compras pela internet ou perambulou num shopping. Jogue a primeira pedra.

Juarez Prieb disse...

Anônimo imbecil, o problema não é o indivíduo fazer compras. Ninguém é contra isso. O que não pode é fazer disso uma bandeira política extensiva a toda a sociedade. O desastre econômico atual da Europa e dos States reside nisso. Qualquer economista neoliberal sério está reconhecendo que o problema foi o endividamento crescente e o descontrole do capital financeiro. A cubana essa aí parece que nem entendeu lhufas o que está acontecento no capitalismo. Só pensa em comprar alguns bagulhinhos pra satisfazer seu ego consumista.

Nelson disse...

Meu caro Wadilson.

Você liga a TV bem cedo da manhã e lá está o Alexandre Garcia a te dizer que os irmãos Castro tornaram Cuba um inferno, que Hugo Chávez é um demônio, que Morales é amigo dos traficantes, que privatizar é bom, que pau é pedra, etc...
Pouco depois, ainda pela manhã, você liga o rádio e topa com o Mendelski ou o Casagrande a dizerem as mesmas coisas que você já tinha visto o Garcia dizer.
Ao meio dia, vem o chocante - sem trocadilho - Lasier “uva elétrica” Martins repetir o que os três anteriores tinham dito.
Aí tudo pegas o jornal e vê que o Sr Políbio Braga está escrevendo sobre o mesmo assunto e com o mesmo viés.
Mais tarde, liga a Band e vê que o Joelmir Beting também tem a mesma opinião.
E, prá terminar o dia, vem o ilustre Arnaldo Jabor corroborar com o que foi dito durante o dia inteiro. Isto, se nesse meio tempo você não correu os olhos pela Veja, Isto é, Exame, Época...
Ao mesmo tempo em que você conseguiu saber que a opinião de toda essa gente é confluente e, assim, vai ficando bem inclinado a acreditar que eles estão certos, será uma jogada de sorte se conseguires captar os 15 ou 30 segundos cedidos pelas TVs e rádios ou as 10 ou 15 linhas disponibilizadas nos jornais e revistas, meios mui democráticos, ao contraponto, à visão de quem tem discordâncias com o senso comum.
Então, Wadilson, não admira que você e muitos outros tenham sido iludidos, ou ainda continuem sendo, pelos órgãos da mídia hegemônica e seus (de)formadores de opinião e levados e ver "chifres em cabeça-de-cavalo”.

Anônimo disse...

É piada. A moça quer comprar pela internet, e é taxada de apologia ao "consumo desbragado".
Quer maior consumismo que esse bando de blogueiros fazendo as vezes de jornal paladino da ética, da honestidade e com a única visão correta sobre como deve ser o mundo.

Raquel disse...

Até o ITAÚ está com um comercial ENORME - portanto, bem caro - na TV falando como um banco pode ajudar à sociedade ter um "consumismo mais racional".

Me poupe o anônimo e demais da mesma linha: falácia é vcs virem com esse papinho de democracia, de que todas as pessoas tenham direito a comprar, às "benesses" da vida. Tanto é falácia que o próprio mercado se encarrega: quem não tem DINHEIRO não compra - ou se endivida nas compras em 500x nas Magazine Luiza.

Caso que não é o da nobre blogueira, que certamente tem dindin para comprar.

Raquel

zé bronquinha disse...

Certo dia assiti um documentário sobre blogueiros em Cuba, elaborado na maior liberdade, onde Yoani recebe seus amigos blogueiros num convescote para falar mal do governo Cubano, em território cubano óbvio, numa casa bem aparelhada tipo classe média. Mostrou todos eles com lap tops modernos, dos bem caros. Essa gente está com a mala feita pelos dinheiros do império.

Anônimo disse...

Essa história de consumo é café pequeno pra tal Yoani. O interessante é q ela acha "politicamente irrelevante" o assassinato de 70 cubanos num atentado perpetrado por Possadas Carriles, terrorista a serviço dos EUA. Essa sujeita é muito escrota, isso sim. É uma agente a soldo dos ianques, por mais q isso pareça lugar comum a alguns q entram aqui.

Eugênio

Anônimo disse...

Para todos que criticam e não leram, segue o blog em comento:

http://www.desdecuba.com/generaciony/

É muito interessante, vale a pena conferir. E ler, de preferência, para depois criticar.

Jefer

Anônimo disse...

Isso mesmo pessoal!
Em 2011 vamos continuar mandando às favas toda e qualquer argumentação lógica contrária ao nosso pensamento de esquerda.
Quem essa tal de dialética pensa que é para fazer com que as coisas não sejam mais estáticas? Esse dinamismo da sociedade é claramente uma praga neoliberal que deve ser extirpado da sociedade.
Contem comigo para continuar assumindo que todos aqueles que pensam diferentes de nós ou são muito burros e imbecis, ou realmente não entenderam nada.

Morte à dialética. Todo poder ao dogma!

Anônimo disse...

Legal anônimo "dialético". Então explica pra nós, burros dogmáticos, como é q um país como os EUA, q move uma campanha sem tréguas, em escala mundial, contra o "terrorismo", financia e dá guarida a um terrorista como Possada Carriles, q colocou uma bomba num avião cubano e q acabou matando setenta pessoas. A ñ ser, é claró, q tu, com essa tal Yoani, considere(o q é provável) esse "um fato politicamente irrelevante".
Vamos ver com funciona essa tua "dialética". Ou melhor, gostaria de ver como funcionaria essa tua "dialética", se entre os mortos estivesse um parente teu.
Em 2011 ñ conte comigo para continuar assumindo q pau no rabo dos outros é supositório.

Eugênio

Anônimo disse...

Bah, tanto imbecilidade em nome dos dogmas socialistas e para defender um regime que venceu uma ditadura para defender o povo e que agora se transformou em uma ditadura pior... Vocês são ridículos querem condenar a Yoni por pedir para poder fazar comprar pela internet. São os socialistas de araque, que fazem compras no Zafari e recebem dinheiro federal e, a partir de 2011, do Tarso. São os blogueiros progressistas quá quá quá

Nelson disse...

Os que seguem acreditando nos bons propósitos dos chamados dissidentes cubanos deveriam ler os artigos "La diplomacia estadounidense y la disidencia cubana", 1 e 2, do professor Salim Lamrani. Basta clicar em http://www.rebelion.org/noticia.php?id=119056
e http://www.rebelion.org/noticia.php?id=119156.

Sugiro também, do mesmo professor, "Conversaciones con la bloguera cubana Yoani Sánchez", 1 e 2. Para tanto, basta clicar em http://www.rebelion.org/noticia.php?id=103999 e http://www.rebelion.org/noticia.php?id=104205.

Como outra sugestão fica o ótimo livro "Dissidentes ou Mercenários", de Hernando Calvo Ospina, jornalista e escritor colombiano, e Katlijn Declercq, jornalista belga que trabalhou como responsável da área de direitos humanos de Pax Christi.
O livro foi publicado pela editora Expressão Popular e pode ser consultado em pdf. Para isso, basta clicar em http://www.expressaopopular.com.br/pdfs/dissidentes.pdf.

Anônimo disse...

O problema de esquerdistas é este: eles decidem qual liberdade é "justa" e qual não é justa de se reivindicar. A blogueira reivindica compras pela internet, e poderia reivindicar qualquer outra coisa nesta ditadura dos infernos. Quem decide o que o cidadão deve ou não reividicar é ele próprio! Mas não espero que cérebros adestrados compreendam isso.

cazé disse...

Cérebro adestrado é o teu, anônimo, leitor do Kazuka, da Zero Hora e do Diário Gaúcho.
Porque não vai pro xópim bater perna sua merda?

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo