Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

E a CESP, não tem responsabilidade no apagão? O fato ocorreu em São Paulo


PIG ganha um apagão para agourar com menos factóides

Um insuspeito jornalista que trabalha no coração do PIG, Janio de Freitas, dá as suas impressões sobre o apagão de terça-feira passada, publicado hoje na Folha:

Mais apagão

O apagão deu a amostra do que virá dos meios de comunicação na campanha eleitoral. Já durante a escuridão, um comentário radiofônico explicava à população ansiosa que a redução do IPI de geladeiras, fogões, televisões, e demais produtos da chamada linha branca, levara a muitas compras, que provocaram excesso o consumo de energia. Logo, também o apagão.


Na manhã de ontem, desta vez pela TV, um outro dava o seu bom dia com a sugestão de que o apagão poderia dever-se a ato do MST ou de índios. Horas depois, outra vez pelo rádio, uma intervenção chamada de comentário político já começava com tudo: "Dilma não fica imune nesse apagão". Com o esclarecimento geométrico: "No centro da questão fica a capacidade de gestão da ministra".


Causa explicada, fontes do ato causador indicadas, responsabilidade pessoal apontada - para que tanta procura da origem do apagão pelos técnicos? E, sobretudo, para que tanta determinação, nas áreas oficiais, de não citar a Cesp entre os prováveis motivadores do apagão, o que seria dado como propósito de chutar a responsabilidade para o governo José Serra?

O apagão não foi só de luz.


......................................

Os fatos e os acontecimentos fortuitos do cotidiano não têm significado em si. Eles necessitam ser narrados para adquirirem significação. Nesse fluxo transitivo do fato bruto e a sua narração existem filtros representados por valores dominantes, subjetividades pessoais, objetividades comerciais, pasteurização ideológica, interesses eleitorais, etc. Depois desse processamento simbólico a realidade empírica deixa de existir em favor de um real construído.

Ontem, os jornais televisivos exibiram um real construído, a propósito do relato sobre o apagão de terça-feira passada. Lá pelas tantas, mostraram (TV Globo) o apartamento completamente incinerado de um senhor idoso, no Rio. Texto do locutor, enquanto as imagens rolavam na tela: "Quando a luz (sic, não seria energia?) voltou, veio com grande força e provocou um curto-circuito no apartamento deste senhor, que pegou fogo".

Pronto, a responsabilidade pela desgraça do mundo já está identificada, pela ordem: 1) É de Lula; 2) Ou de Dilma; 3) Ou dos índios; 4) Ou do MST.

E para que outro apagão não volte a ocorrer é preciso que se derrubem todos os códigos ambientais brasileiros, se permitam todas as derrubadas de madeira, todas as pastagens no Cerrado e na Amazônia, se liberem todos os projetos de monocultura intensiva das papeleiras no bioma Pampa, se construam todos os prédios de quarenta andares dentro do Guaíba, etc. Estou brincando? Então leia o pequeno artigo (de grandes pretensões) de um empresário da mineração de carvão publicado hoje em ZH. É assustador.

P.S.: Não é de se descartar uma sabotagem nas linhas e subestações da CESP. Qui prodest? - como diz o latim. (A quem isso serve?)

No desespero em que se encontra a direita brasuca, não é de duvidar de nada mais, daqui pra frente.

13 comentários:

Anônimo disse...

Tenho medo até de viajar de avião. O desespero da direita é tão grande que,sem proposta, torcem por desastres ou escandalos como única forma de restaurar seu poder.

marcio disse...

Só acho que a ordem da "responsabilidade pela desgraça do mundo" está trocada: O MST vem antes dos índios. Ah, e falta o Chávez também!!! hehehe!!! abraço!!

Anônimo disse...

O teu trabalho, o trabalho da blogosfera de esquerda, até agora, foi rebater os factóides um a um.
Um espécie de jogo de tênis, blogosfera versus PIG.
Agora o PIG vem com tudo.
Imagine um mangá japonês onde o robô do mal pára de usar a pistolinha manual e desdobra aqueles dois lançadores de foguetes escondidos na mochila atrás das costas.
Cada lançador 12 foguetes. Um contra Dilma, outro contra Lula, outra contra os direitos dos servidores, outro contra o MST.
O Ali Kamel está reçém esquentando os motores na novela global, ainda nem chegamos ao momento de ver a novela entrar 100% na campanha.
Afigura-se uma chuva de merda, medo, notícias distoricidas e golpes baixos dignas de maxi-transformação climática.
O PIG vai usar tudo ao mesmo tempo agora.
De quantos factóides ao mesmo tempo a blogsfera dá conta?
Dois ? Três ?
Ainda não vimos nada, começem a juntar seus amigos, avisem todos, tirem o pó dos recortes antigos de jornais e revistas, preparem-se para trabalhar sem internet (comprem roteadores duplos) pq vamos ter muito trabalho para evitar que esses traidores levem o Brasil de volta para a vala do terceiro mundo devedor do FMI.

Anônimo disse...

Não tinha pensado neste ângulo da questão, o evento teve origem em Itaberá em uma estação de responsabilidade do Governo Estadual, mas por que a imprensa não comentou nada sobre esta questão? (Mistério Divino !!!)

Anônimo disse...

O Boliviano e o paraguaio! Todos os dias tem apagão em SP e a mídia nada! nada!misfopia

Tupamaro disse...

Transcrevo dois comentários interessantes, de internautas que postaram no blog do Azenha, "Vi o mundo":

"Eu gostaria que o Azenha nos ajudasse a entender como a Globo, minutos depois da falta de energia, tinha centenas de repórteres em locais estratégicos, cobrindo o fato. E a Eliana Catanhede, que antes da meia noite, já havia publicado texto a respeito. E como se monta, no escuro, toda uma equipe no país inteiro para fazer um Bom Dia, com mais meia hora de duração, todo voltado para a falta de luz, suas consequências e especulações, incluindo entrevistas, que de regra não se marca de uma hora para outra, ex. Dr Pinguelli? Sinto Azenha, sou admirador da sua coragem, mas essa até agora não me convenceu."

"Lembramos que a empresa de energia do Paraguai, que não tem implicações políticas neste caso, deu a letra, informando que o defeito ocorreu na região metropolitana de SP, numa linha de 440.000V, e se você ou a record quer pular na frente, poderia tentar ver esse arquivo do relé de proteção do sistema do Paraguai, e investigar com algum funcionário da privatizada agora CESP se não houve algum sinistro grave que pode estar sendo ocultado que certamente poderá achar um furo nisso aí.
Como sabemos algumas empresas privadas são sócias da Eletrobrás em alguns empreendimentos, e não é interessante para os negócios seus sócios estarem sendo reponsabilizados, uma mão lava a outra.
Outro detalhe interessante é que a versão "atmosférica", é a única para a qual não existe penalização."

Quanto a tese do excesso de demanda, nós sabemos que os horários de "pico" situam-se entre ás 18:30 e 20:30 horas, no entanto o apagão ocorreu lá pelas 22:15 horas momento em que, teoricamente, a demanda de energia elétrica sofre uma queda em relação aos horários citados anteriormente.

Anônimo disse...

Cristóvão, a expressão correta é "cui prodest". A quem interessa?, quem (tira) proveito?

Bem, quanto a isto, digo: não creio em bruxas, mas que existem, existem.

Depois de tudo que já vi, e que já li, nada me surpreende.

Anônimo disse...

A prova do ENEM sumiu em gráfica paulista, o avião da TAM caiu em aeroporto paulista, as mortes por excesso de vacina contra febre amarela foram em São Paulo, a pane elétrica começou em geradora paulista (e temos nós e o ONS engolir essa de raios e ventos), Protógenes foi caído em São Paulo, São Paulo parece que irradia as más iniciativas, as más notícias.
Ôôô locomotiva do demo que só puxa o Brasil para o inferno.

Anônimo disse...

A Rede de distribuição em São Paulo tem a gestão de uma empresa colombiana, entregue no governo do FHC. E disso ningém fala nada, nem pergunta nada.

Aliás não deve ser à toa a simpatia tucano pefelista com o narcogoverno do Uribe.

Neli disse...

Feil, o teu texto contribui para esclarecer o que para muitos era uma certeza: sabotagem.
Agora quero ver a CESP, uma das heranças neoliberais do setor energético do FHC, vir a público explicar o que ocorreu.

Anônimo disse...

O apagão foi util pra dar um choque de realidade no país. Quem ouve Lula falando todo dia ou le o notíciário internacional acha que vivemos no primeiro mundo. Vamos devagar com o andor. 90% do país ainda é precário, e a energia tá aí pra comprovar. Um ventinho qualquer, seja onde foi, parou 80% do PIB do país. A caminhada é longa.

Alice disse...

Então se não bastava o PIG agora a oposição montou a ANAS = AGENCIA NACIONAL DE SABOTAGEM. Mais detalhes ver na comunidade do orkut: "Apoiamos o Presidente Lula -PT"

MIRABEAU BAINY LEAL disse...

Aqui no Rio Grande do Sul, o gaúcho, diante de atos notadamente injustos, grita indignado:

- Pára'í, tchê! Isso que 'tão fazendo é uma barbaridade!!!

Pois essa é a primeira expressão exclamativa que me vem à mente sempre que presencio um ato de injustiça sendo praticado.

Nesse episódio da pane do sistema elétrico em São Paulo, a articulação da grande mídia empresarial, mercantil e patrimonial com PSDB & DEM, com o objetivo exclusivo de tentar destruir o Governo Lula, é de um desrespeito e de um imensurável acinte, ou seja, uma ação, em conluio, praticada premeditadamente, de caso pensado, com o fim de desgastar a imagem principalmente da Ministra Dilma Roussef.

Qualquer pessoa com um mínimo de entendimento e de senso crítico do que lê, vê e ouve, sabe do que estou falando. Não dá p'ra ficar quieto!

A tentativa estrambólica e desesperada de vinculação culposa dessa fatalidade, ocorrida na noite de 10 de novembro, aos membros do Governo Lula, principalmente à Ministra Dilma, é, no mínimo, escandalosa, para não dizer mal-intencionada, mesquinha e de um nível moral muito abaixo da camada pré-sal, onde, por sinal, estão colocados os autodenominados "âncoras" das editoras de jornais e das redes de rádio e televisão, as quais, diga-se de passagem, são as principais empresas de telecomunicação concessionárias de outorgas da União Federal, portanto, do Povo Brasileiro.

Não há como assistir passivamente a esse desmedido conchavo político-eleitoreiro-midiático, que tenta atingir, não só a imagem do Presidente eleito e de seu Governo, como também a todos os Movimentos Sociais organizados. Aliás, o fato de um matinal especialista em assuntos gerais de uma rede de TV globalizada chegar ao ponto de incluir os indígenas nesse caldeirão de denúncias vazias é a demonstração clara de que, aí sim, o apagão de uma elite pseudointelectualizada, impatriótica e moralmente decadente está prestes a acontecer!

A Conferência Nacional de Comunicação vem aí. Será que estão com tanto medo de que o efeito Clarin os atinja?

Como cidadão brasileiro, há vinte anos servidor público federal concursado, que mensalmente contribui ao País com 27,5% da remuneração bruta e à Previdência Social com 11%, não posso me calar e aceitar essa indecência praticada por esses medíocres que presunçosamente se autointitulam "contribuintes", quando na verdade são reles prepostos representando os interesses de seus patrocinadores, a maioria deles constantes do rol de sonegadores da Receita Federal, e das Receitas Estaduais e Municipais, e da Previdência Social, e seguidamente enquadrados pela Polícia Federal como corruptores ativos, e que, apesar da permanente prática da exploração gananciosa, que eles chamam de "investimento", "negócio" ou "empreendedorismo", ainda são financiados e socorridos por Bancos Públicos Federais e Estaduais (BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BANRISUL), de quem são contumazes devedores.

Neste momento, eu faço um apelo aos Movimentos Sociais organizados, às Centrais Sindicais, aos Partidos Políticos sérios, enfim, a todos os cidadãos e cidadãs que ainda acreditam que um mundo de paz e solidariedade é possível, e que, para que isso se concretize, é preciso imediatamente agir coletivamente em defesa desse ideal, toda vez que o virmos ameaçado por esses golpistas mancomunados,

PROTESTEM!!!

ISSO QUE ELES ESTÃO FAZENDO É UMA BARBARIDADE!!!

UM ABRAÇO CAMARADA E LIBERTÁRIO A TODOS.
MIRABEAU BAINY LEAL

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo