Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Barbeiragem de Fogaça faz Porto Alegre perder o metrô



Projeto do traçado inicial é um completo equívoco

A imprensa direitista de Porto Alegre está dando a sua versão sobre o metrô da Capital. Ontem, o prefeito José Fogaça (PMDB) recebeu um redondo não em Brasília. O metrô não tem condições de sair antes da Copa de 2014.

A versão da mídia pode ser resumida pelo que disse ontem à tarde, por volta das 15h, na rádio Gaúcha, o locutor Lasier Martins. Segundo o veterano radialista - uma espécie de voz-do-dono da RBS - "[...]desmancha-se de uma vez por todas essa ilusão que vinha a ser mantida há tantos meses, portanto, o governo federal não vai ajudar ao tão ambicionado metrô de Porto Alegre e tudo aquilo que temos ouvido nos últimos anos não passa de uma engambelação, de uma ilusão, principalmente eleitoreira, o governo federal não tem ou não pode ou não quer as obras do metrô até a Copa do Mundo." [...]

Dito isto, praticamente um veredicto de autoridade, o locutor Martins colocou no ar o senador Paulo Paim (PT-RS). Este, incapaz de oferecer um contraponto ao irrecorrível julgamento do revoltado locutor rebessiano, limitou-se a discorrer - de forma queixosa - sobre o seu demagógico projeto de aumento irreal aos aposentados e pensionistas da previdência.

Hoje, os jornais lamentam a negativa do metrô, mas não informam os motivos do governo federal para fazê-lo. Semeando confusão, querem fazer acreditar que há uma má vontade do governo da União ou uma "engambelação para fins eleitorais" como se referiu o locutor da rádio Gaúcha. O argumento é anêmico, não resiste a um sopro de pulga: como se explica que uma negativa pode visar vantagens eleitorais?

A verdade é a seguinte, no que se refere ao metrô de Porto Alegre: o traçado inicial é um completo equívoco, uma "barbeiragem", como diz o governador Serra a respeito de suas próprias obras cadentes, não atende a exigência básica de um projeto urbanístico de cunho eminentemente social, qual seja, o de atender o conjunto da população em tempo integral e sem prazo de validade. Proposto pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre, gestão José Fogaça, o projeto inicial do metrô vai do Mercado Público, no Centro, ao estádio Beira-Rio, na avenida Padre Cacique, portanto, ao contemplar somente o público do futebol, por mais prioritário que este possa ser, exclui liminarmante áreas mais densas e usuários do transporte público coletivo com demandas mais importantes e permanentes do ponto de vista social, econômico e ambiental.

Assim, é relevante que o locutor da Gaúcha e os jornais direitistas apontem as suas baterias de críticas em outra direção, mais precisamente mirando o Paço Municipal de Porto Alegre, gabinete do prefeito José Fogaça. Com a disposição equivalente a de um tropeiro de lesmas, Fogaça perde o metrô, mas quem sai prejudicado é a população de Porto Alegre.


Confira aqui a diatribe estomagada do locutor Martins, na rádio Gaúcha, ontem por volta das 15h.

11 comentários:

Roberto disse...

Na UFRGS existe um monte de gente estudando planejamento, viajando pelo mundo com bolsas sanduíche e pós-doc's, estudando o transporte público, recebendo bolsas do CNPQ, eu saí de lá faz vinte e anos e eles já falvam em metrô, quando chega a hora da vaca beber agua não existe um trabalho sério pra apresentar ao governo federal? para que serve todo o dinheiro de pesquisa que estes departamentos da UFRGS recebem? para projeto inviáveis de ciclovias? Quando um governo é incopetente cabe aos planejadores terem a carta na manga, pelo visto eles estavam distraídos...

Mingo disse...

Não existe metrô que se possa fazer em quatro anos. É óbvio que o Gov Federal não iria entrar nessa fria. Colocar dinheiro em coisa ruim ou inexistente. O metro do Rio, de SP, de Brasília, de Recife estão sendo construídos há quase 20 anos e ainda não estão concluídos. O Fogaça além de preguiçoso agora tá ficando delirante. Só a Zéagá mesmo pra querer colocar a culpa no governo federal.
Falando nisso, onde anda a véia? Se preparando pro Natal Luz em Gramado? Governando é que não está.

Anônimo disse...

Esta estória de que tudo tem que ser pela Copa me faz rir: imagina que o jogo, o único, daqui seja Honduras contra o Togo.

E que chova no dia.

O único no estádio o Fortunatti, o que sonha em ser prefeito.

Aquele que um dia sonhou mudar o mundo, no PCR.

Hoje, sonha em pintar cordão de calçada...

DNIEL disse...

Pois êsse tal de Lasier, não aquele que viajou para uma feira internacional na Alemanha com dinheiro da quadrilha do DETRAN? Que MORAL !!!

Anônimo disse...

Não era PRC?
Os Revolucionários que em segundo lugar eram também comunistas.
Como vamos explicar essa cachaça ideológica para os mais novos ?
Talvez usando um trecho do "A Vida de Brian" como introdução, com aquela parte da arena.
Aliás, falando em arena, é verdade que o Gremio está salvo?

joão disse...

Não cou comentar sobre o metro pois se algum dia sair dos sonhos com certeza já terei batido as botas ha muito tempo. Porem não dá para deixar passar em branco tua afirmativa e categorica ainda por cima sobre o salario dos aposentados. Quebrar a previdencia???? Fala sério esta me chamando de otario e idiota. Quando essa lei foi imposta pelo FHC o PT votou contra mas agora... Fala sério ! Tu passa a vida contribuindo para o INSS, ve o dinheiro sendo destinado a tudo tal como Brasilia, Belem-Brasilia anistia ap agrp negocio, e mais um milhão de coisas que o dinheiro sai pelo ladrão enquanto se ve que anualmente o nossa salario de aposentado vai encolhendo e ai me vem aqui onde menos esperava dizer que o reajuste dos aposentados serpa demagogico e irreal!!!!! Fala serio!! Ainda não morri mas será que ainda vou ler ouvir barbaridades como essas??? Irreal é o salerio que o aposentado recebe isso sim

Verinha disse...

Imgina pessoal, metrô tem em tudo quanto é lugar, aqui nesta província o que precismos é dos 'portais'. RÁRÁRÁ...

Jesus me chicoteia!!!!

Alice disse...

Alguem consegue imaginar o governo fogaça fazendo alguma coisa pública para a cidade? Ele não consegue nem fazer a manutenção das atuais ruas,além de acabar com ciclovias.Então, fazer um metro, se é incapaz de apresentar um projeto viável para Porto Alegre? O fogaça não passa de uma figura decorativa na prefeitura.

van-poa-rs disse...

O PIG pariu as "VIÚVAS DA FORD" e, agora quer reeditar o fato,criando "AS VIÚVAS DO METRÔ"!Assim não pode, assim não dá!!!!!!

Paulo V disse...

Cidades e capitais européias tem como meio de transporte, os bondes. E mesmo depois de serem destruídos pela guerra, retornaram ao projeto, aperfeiçoando e modernizando. P.Alegre matou esse meio de transporte na administração Telmo Thompson Flores no inicio da década de 70. As desculpas não foram, no mínimo, claras, e o que está claro é que perdemos uma oportunidade de ter um meio de transporte de massa com uma infraestrutura que já existia. Agora corremos atrás do tempo perdido e massacrando a população, e ainda por cima temos esse atraso em planejamento comandados por esse espertalhão e protegido da RBS.

Fernando disse...

"Diatribe estomagada" do LM, muito bem adjetivado.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo