Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

TV Globo quer confundir espectador


Repórter amestrado simula situações de perigo

Ontem à noite no Jornal Nacional da tevê Globo, o seu correspondente baseado em Israel se superou.

O repórter e tordilho amestrado chegou a simular estar sofrendo – ele próprio – um bombardeio de foguete palestino Kassan, sabidamente um artefato caseiro. Mostrou imagens instáveis arremedando uma câmera em movimento e abrigando-se junto a um muro, enquanto ruídos davam o tom de perigo à cena visivelmente montada em estúdio.

Anotem o nome do bufão: Alberto Gaspar. O tipo cumpre (em absoluta segurança e circulando somente no lado israelense) a linha editorial da Globo que opta por deliberadamente confundir o espectador de senso comum, fazendo crer que há uma equivalência perfeita na violência entre o Hamas e Israel. Uma fórmula tácita - disfarçada - de apoiar o genocídio do Estado de Israel contra o povo palestino da Faixa de Gaza.

47 comentários:

Milton Ribeiro disse...

Flávio Alcaraz Gomes deve estar feliz por ainda encontrar seguidores. Não vi, mas esse cara é, além de um FDP, um palhaço.

Anônimo disse...

E nessa mesma montagem tinha um cidadão que caminhava despreocupadamente pela rua. O cinismo chegou a tanto, que o bonequinho apresentador do JN salientou a passagem desse cidadão que não dava importancia "situação de perigo". Ha,ha,ha como eu gosto que me enganem.
Carlos

Anônimo disse...

É a razão cínica. Enquanto isso, os sionistas continuam o genocídio em Gaza.

armando

rinaldo disse...

é necessário que a sociedade possa denunciar esse tipo de jornalismo da pior qualidade, e que pelo menos seja informada que a tv torce por um dos e não engane os incautos aparentando neutralidade. Conselho de Jornalismo já conselho de ética já

Anônimo disse...

Os criminosos sionistas aprenderam bem com os mestres do Gueto de Varsóvia. Ontem vítimas, hoje assassinos frios.

armando

Anônimo disse...

Correspondente de guerra é tudo veado, gostam de beber e tremer juntinhos. Aproveito para pedir desculpa a veadagem da capital por tal comparação!

Anônimo disse...

"cena visivelmente montada em estúdio"

Chega de delírio, esquerdinhas.

De resto, não entendo essa posição ridícula da esquerda de apoiar incondicinalmente a Palestina simplesmente porque os EUA apoiam Israel.

É o mesmo que, numa briga de um estuprador com um assassino, defender o estuprador, só porque o assassino é amigo do Bush.

Qualquer pessoa de pensamento livre vê que há erros de ambos os lados, ninguém é santo nessa história. São assassinos contra assassinos.

Pmarkes disse...

A reportagem foi antológica, poderia servir em cursos de política, comunicação, sociologia, pois foi um exemplo claro de como se manipula informações. A Rede globo contiua sendo o "tipo ideal" do que ainda se chama "jornalismo" no Brasil e que nada mais é do que reprodução midiática de mentiras e manipulações.

Malacara disse...

O argumento do Anônimo das 14:05 é muito bom.
Muito bom pra mostrar a pobreza mental dessa gentalha escrota. O lixo deve ser estudante da Ulbra, quer ser "adevogado" e ter muitos crientes. Mas vai ter que estudar pro exame da Ordem, que não é fácil como entrar na Ulbra.

Ary da Silva Martini disse...

Malacara: Pois os olhos veem somente o que interessa. As pessoas viram, viram, viram, viram as duas Torres cairem daquele jeito perfeito que "é só delas" e ainda assim acreditam que foi por causa da estrutura de aço que derreteu por causa do calor. Já o avião que bateu no Pentágono - e que não deixou qualquer vestígio - a justificativa oficial foi por causa do calor que derreteu toda (toda!) a fuselagem em segundos. Já o avião da TAM (mesmo tipo) ardeu por horas e, mesmo assim, não derreteu.

Anônimo disse...

Malacara: muito bacanas teus xingamentos, só faltou argumentar contra o que eu disse.

joice disse...

Tenho visto algumas reportagens feitas por esse VELHACO. Que papelão, velhacaria deslavada.

Desculpe, Cristóvão, esse ano tá tão difícil de festejar ano novo e coisas assim. Enfim, que os dias melhorem logo, meu amigo.

Meu abraço,
joice

panoramix disse...

Briga entre irmãos de sangue, briga de ódio, briga eterna! A globo e sionistas associados conhecemos há bastante tempo e sabemos que atrás de reportagens cretinas e mentirosas está o que sempre moveu suas pernas e bolsos. Temos, porém, que ter cuidado para não colocar todos os judeus e arabes como coniventes com esta luta absolutamente desproporcional e insana. É o bodoque contra armas de última geração. Qualquer palavra é redundante em relação a tudo o que já foi falado. A cena do morgue colocada no cabeçalho do blog fala por sí. O resto é silêncio! Malditos cães de guerra!

Cristóvão Feil disse...

Abraço, Joice!
Bj.

CF

Anônimo disse...

Perguntinha: onde anda o Maia?

claudia cardoso disse...

A mídia corporativa sempre se rebaixando... Que horror!

jukão disse...

O Anônimo das 19:02 É o próprio Maia.

Ary da Silva Martini disse...

Jukão: A pergunta foi minha. Esqueci e enviei como anônimo. Por onde andará o Maia, hein?

Anônimo disse...

No lugar de procurar o Maia, vamos é torcer para que ele não volte. Que fique no "footing", e no blog dele que ninguém frequenta.

Mas tem um anônimo, que covardemente, veio pegar o lugar dele. Que direitalha mais fedida.

Claudio Dode

Anônimo disse...

E hoje no Jorn al (?) Nacional o cara de pau disse que Israel tomou as providências para diminuir a violência.

Só assim: Porra meu!


Claudio Dode

Chico disse...

Dia destes não sei se foi a Fátima Bernades ou ele mesmo que dizia que Israel estava sofrendo uma chuva de mísseis Kassan e numa outra oportunidade a Fátima disse que as vítima palestinas chegavam a mais de 400 e que as vítimas em Israel eram 4 SÓ NESTA SEMANA, para que diabos ela precisou acrescentar que em Israel eram 4 SOMENTE ESTA SEMANA? Para o telespectador amestrado ficar a pensar: "Nossa, esta semana foram 4 e em outras semanas mais ainda".

Anônimo disse...

Esses palestinos não se tocam de que têm que aceitar o poder constituído de Israel e adotam posturas radicais que provocam esses confrontos. Os palestinos radicais - são só uma parte deles - adotam posturas nazifacistas, ultraradicais. São como o Hittler. Anti-judeus acima de tudo. Atualmente nem sabem pelo que lutam. Só querem o confronto. Por favor, gentalha radical do portinho, raciocinem um pouco, mesmo que isso faça doer seus cérebros.

marcelo disse...

Nao eh soh a globo que faz isso. Tive o despraser de acompanhar a cobertura da tv romena sobre gaza. Primeiro imagens curtas e horriveis do lado palestino. Depois longas imagens de israel mostrando pessoas juntando pequenos estilhacos de bombas, depois a imagem de uma ambulancia (sem feridos) e ainda uma simulacao de fuga (provavelmente como a da globo), com a camera filmando o chao e correndo...

Moshe Avral Natan disse...

O anônimo das 10:58 tem razão. Israel tem que aplicar a "solução final" e exterminar aquele pobrerio de Gaza e da Cisjordânia. Pra quê servem os palestinos? Só pra dar despesa e preocupação para os países civilizados como Israel. Não trabalham só ficam querendo jogar bombinha sobre os judeus e fazendo tumulto em todos os lugares. Palestino é como barata, tem que ser esmagado sempre. Os israelitas aprenderam a sofrer com Hitler, agora tem que empregar os mesmos métodos do tio Adolfinho. Viva o povo ariano, viva o povo de Sion!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Esses anônimos das 10:58 e das 14:05 são daquele tipo de gente q aponta o dedo para a cara do Pol Pot e o chama de genocida, mas sempre esquecendo, conveniente, de dizer q os bombardeios americanos reviraram toda a terra agricultável do Camboja. São os q apontam o dedo para a cara de Stálin, chamando-o de ditador e assassino e de ter feito acordo com o nazismo, mas esquecendo, conveniente, de dizer q foi ele quem propôs a Inglaterra, antes da guerra, um pacto onde seriam engajados um milhão de soldados russos numa campanha contra a Alemanha, para cortar o mal pela raiz. Bem como de dizer como a França traiu o pacto com a Rússia e a Tchecoslováquia ao firmar o pacto Ribbentrop-Daladier, bem antes do pacto Ribbentrop-Molotov. São os q esquecem de dizer q esse apelo d Stálin caiu no vazio, por q a Europa era (e é) o reduto das potências colonialistas e fascistas, dos magnatas - inclua-se aí os judeus endinheirados - e q se deleitavam ao ouvir, como música, os discursos d Hitler, em q ele prometia marchar para o leste e livrá-los do perigo vermelho. São os mesmos q dizem o quanto a nossa esquerda foi equivocada por ter pego em armas, mas q esquecem convenientemente de dizer q ñ havia alternativa diante do ato de alta traição dos nossos militares e da nossa burguesia, q se aliaram a interesses estrangeiros para derrubar um governo legitimamente eleito. São os mesmos q dizem q aquela "negrada" vive se matando na África, mas sempre omitindo, convenientemente, q isso se dá pelo fato d q as grandes corporações fomentam, desde a muito, diferenças étnicas e tribais para subjugar e explorar aquele continente.
São os mesmos q esquecem d dizer q o Moshe Dayan "recomendou" q os palestinos fossem literalmente se foder enquanto tomava suas terras. São os q esquecem d dizer q Hamas, quando se formou, foi apoiado por Israel, como forma de desmoralizar e minar a autoridade d Arafat. São os mesmos q esquecem d dizer q a comunidade internacional virou a mesa e tentou, junto com Israel, um golpe de estado, quando o Hamas ganhou, democráticamente, as eleições na Palestina, em 2006, por q a população estava farta da inoperância e da corrupção da Autoridade Palestina. São os mesmos q esquecem d dizer q Israel nunca teve interesse nenhum em negociar qualquer coisa q fosse com os palestinos, a ñ ser tomar-lhes as terras. São os mesmos q esquecem d dizer q essa ofensiva em Gaza já estava preparada a muito tempo e tem a ver com uma disputa eleitoral entre a direita e a estrema-direita d Israel. Essa espécie d gente, convenientemente, esquece d dizer um número infindável d coisas. Só ñ esquecem de uma coisa: usar a "fórmula mágica" de rotular qualquer crítica a Israel, por mais procedente q seja, como anti-semitismo. Ou então usar o truquezinho mais cretino ainda: "...ninguém é santo nessa história. São assassinos contra assassinos."
Mas nem tudo está perdido no meio desse monte de merda despejada aqui por esses dois anônimos. Numa coisa um deles acertou: realmente vivemos num portinho. Sim por q Porto Alegre já foi uma cidade com projeção mundial, para qual todos os olharem se voltaram. Agora está reduzida a isso q vemos hoje, q nem porto mais é: uma cidade sem expressão, nas mão d um bando de picaretas, inclusive com pogrom midiáticos, de tempos em tempos, propondo formas de dar sumiço no pobreriu das ruas, para q ñ constranjam os homens d bem. A ZH q o diga. Tudo sob a batuta e muito ao gosto do sionismo local. E, muito provavelmente, dos dois anônimos. Não vejo a hora deles e do "lixeiro social" sugerirem a criação d um Treblinka na ponta do Gasômetro. A chaminé já tem.

No mais, viva o povo ariano, viva o povo de Sion, viva o bovinão do portinho e do RS, do qual esses dois anônimos fazem parte.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Eugênio

Anônimo disse...

Legal Sr. Eugenio, matou. É isso aí mesmo. Só faltou falar da industria bélica dos USA, Alemanha, França, UK, Rússia .....
Carlos

prieb disse...

Não esqueçam que Israel é o terceiro exportador mundial de armamentos e munições. E que o Brasil de Lula quer entrar nesse comércio gordo de armas. Jobim e mangabeira estão fazendo o serviço sujo para Lulinha paaz e amor.

Anônimo disse...

O Eugênio é mais um nazifacista como vários que vemos por aí. Gente perigosa, não apenas pelo radicalismo. Aliás, todo radical é burro. Faltam-lhe neurônios. As pessoas inteligentes analisam cada situação e formam uma opinião sensata, equilibrada. Há também aqueles imaturos que não sabem o que dizem. Defendem um regime socialista, mas se hoje um regime assim tomasse conta da nossa comunidade - que Deus nos livre disso - se borrariam de medo e iriam procurar a mamãe. Mas há pessoas perigosas mesmo, anti isso, anti aquilo. Gente acima de tudo muito burra, mas justamente por serem tão burros, não medem as consequências e, a pretexto de um ideal, passam por cima dos interesses de outros. Já vimos esse filme. O ditador Fidel, Stálin, Hittler, Franco, Médici, Batista, e vários outros. Não me admira que esse imbecil do Eugênio queira uma "limpeza social". Ele é mais um idiota perigoso no nosso meio, sem a menor capacidade intelectual para conviver com opiniões e posturas diferentes das suas. Assim como a maioria dos idiotas que por aqui perambulam.

Anônimo disse...

Anônimo cagão, q tem medo d assinar as merdas q escreve.

Vc esqueceu, convenientemente, como sempre, d citar Begin, Ariel Charon, Nataneahu e outros da mesma laia.
Vc tbém, convenientemente, "entendeu" tudo errado: quem prega a "limpeza social", a retirada dos pobres q incomodam os homens d bem nos semáforos, é a sua turma, são os "lixeiros sociais" tipo lasiers da vida, os coronéis mendes, essa turma. Se vc tiver o cuidado d pesquisar postagens mais antigas nesse blog e no La Vieja, por ex, encontrará farto material sobre o assunto e sobre quem está por trás d tais "iniciativas". Mas já lhe adianto: vc ñ gostará d q vai ler, por q vai se reconhecer nas "idéias" dos mentores dessa "limpeza social".
No mais é difícil saber se vc é somente um burro q não consegue entender o q lê é ou mal intencionado, quando mistura Fidel, Stálin, Hitler, Franco, Médici e Batista. Vá ler um pouco para entender quem é quem na história. Esse truquezinho d chamar d nazista todo mundo q ñ concorda com o genocídio na Palestina tá prá lá d gasto. Arranja outro.
Procure, tbém, um blog q esteja a altura da sumidade intelectual q vc pensa q é. Lhe sugiro o Ternuma. E com um pouco d sorte, vc pode até encontrar um enlace para um sítio neo-nazista, bem do seu perfil.
E, claro, a saudação q fiz no final do meu comentário foi uma ironia, entendeu?, sua toupeira!

Carlos

Não falei das indústrias bélicas desses países para ñ estender o comentário, q já estava longo. Mas é verdade, aí reside o nó górdio da história. É como diz o Prieb, todo mundo quer dar uma bocada nesse "mercado", q gera empregos para os homens de bem, pais d família e coisa e tal. E o Nosso Lulinha ñ foge a regra: prega a conciliação internacional, manda os milicos para massacrar os haitianos e d quebra arranja bons contratos para os nossos mercadores da morte.
Mas é o tal negócio: para ter alguém melhor q o Lula é preciso um povo melhor do q o q nós temos. Ou vc acha q os "pacíficos" brasileiros estão preocupados com as sorte dos palestinos, dos haitianos ou em saber quanta desgraça as bombas d fragmentação q o Brasil vende vão causar? No final das contas o Lulinha tá bem na medida da bolinha do nosso povo.
Ainda mais, se tomarmos como medida da nossa consciência coletiva, os comentários desses fascistóides anônimos.

Eugênio

marcelo disse...

Se ve que o anomino das 17:51 nao sabe interpretar textos, sendo talvez a causa de falar tanta bobagem. Mas te dou uma ajuda! O Eugenio falou que pessoas como tu e o "lixeiro social" (provavelmente o Cel. Mendes) estariam a ponto de propor uma limpeza etnica/social nos moldes nazistas na nossa propria terra. Por favor leia com atencao antes de escrever alguma coisa.

Anônimo disse...

O Eugênio dizendo para que eu me informe um pouco mais????!!! O cara escreve um monte de asneiras, passa um atestado cabal de burrice e ignorância e se acha??? Meu Deus, o mundo vai acabar mesmo. Com tantos imbecis por aí. Não vamos durar muito. Esses caras não têm meio neurônio. Devem ter sido queimados com muita maconha. Essa é a lógica dessa gentalha metida a progressista. Um bando de drogados, viajantes e idiotas. Coitados de seus filhos e de toda uma geração futura.

Anônimo disse...

Bah! Eu tinha esquecido q tbém tem o truque do "maconheiro".
Putz, q pobreza...

Eugênio

Anônimo disse...

Para entender a "índole pacífica" do Brasil, já q falamos em indústria armamentista. Leiam essa postagem. Trabalho jornalístico d primeira, mas só pra quem sabe interpretar texto, certo?
Deixem comentários, por q o cara merece.

http://laviejabruja.blogspot.com/2008/12/sobre-vergonha.html

Eugênio

Prestes disse...

Nenhum argumento por parte dos sionistas anônimos. Apenas adjetivos, como "burro", "maconheiro", etc.

Radicalismo é não debater, só brigar. Articulem uma linha que seja.

Anônimo disse...

Esse Eu...Gênio...hehehehe...que piada! Maconheiros sim. Bando de idiotas que queimam neurônios - muito poucos - e acham idéias "geniais"... a salvação do mundo. Eugênio, és o protótipo do pensamento pobre e burro deste país.

Nelson disse...

O mapa que tu publicaste no dia 29/12, Feil, serve para explicar muito da origem dos conflitos entre Israel e Palestina.
Serve, também, para mostrar qual dos contendores é o maior candidato a radical que adota postura nazifascista.

Nelson disse...

É certo que a mídia hegemônica e todo o aparato de propaganda montado pelo sionismo realizaram um prodígio nas últimas seis décadas. Uma lavagem cerebral muito bem feita transformou Israel de agressor e invasor a vítima.
Assim, muitos daqueles que passaram a acreditar na propaganda poderiam se inspirar no mapa publicado neste blog no dia 29/12 e procurar um pouco mais de luz sobre a disputa Israel-Palestina.
Certamente, descobririam uma questão fundamental que impulsiona o conflito: a geoestratégica. Esta questão foi muito bem pensada pelos estrategistas estadunidenses do pós-guerra, George Kenan à frente. Kenan sustentava que os EUA ajudariam na reconstrução capitalista do Japão, mas, que este país não poderia ser deixado “solto”; de alguma forma, os japoneses teriam que ser vigiados de perto. A opção de Kenan foi o controle rígido do fornecimento de petróleo ao Japão, que passaria pelo controle das imensas reservas da região do Oriente Médio. Aqui, entra Israel, como o cão de guarda dos interesses geoestratégicos dos EUA e, é claro, dos países capitalistas europeus.
Tudo isso ajuda a entender porque Israel está “armado até os dentes” e é apoiado incondicionalmente em todas as ações terroristas que perpetra.
Informações assim estão acessíveis nos livros do lingüista Noam Chomsky. Anti semita, anti-americano? Bem, a princípio, creio que não. Chomsky, além de nascido nos Estados Unidos, é descendente de judeus.

Anônimo disse...

Esse texto surealista acabei d tirar da pag do Terra, no enlace Oriente Médio.

---------

"http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI3425424-EI308,00-Rep+Checa+ataques+israelenses+sao+defensivos.html

Oriente Médio
Sábado, 3 de janeiro de 2009, 18h58
Rep. Checa: ataques israelenses são defensivos

O governo checo, que acaba de assumir a Presidência da União Européia (UE), considera a operação terrestre lançada neste sábado por Israel contra o grupo fundamentalista palestino Hamas na Faixa de Gaza uma "medida defensiva".

Assim disse hoje à Agência Efe em Praga Jiri Potuznik, porta-voz do governo checo, que acrescentou que Praga deseja, no entanto, obter explicações das partes envolvidas para reativar o processo de paz na região.

O chefe da diplomacia checa, Karel Schwarzenberg, liderará a missão da delegação formada pela presidência rotativa, pela Comissão Européia e pelo Conselho Europeu amanhã, rumo ao Oriente Médio para "supervisionar a situação" na zona de conflito.

"Esperamos uma explicação, já que para a República Checa o verdadeiramente importante é o processo de paz e não a operação armada", assinalou Potuznik.

"Nas próximas horas e dias passaremos informações a nossos parceiros comunitários para poder debater sobre este processo", acrescentou o porta-voz.

Essa visita deve servir para preparar o terreno de uma reunião a alto nível no Oriente Médio, à qual aspira o primeiro-ministro tcheco, Mirek Topolanek, concluiu o porta-voz."

--------

Medida defensiva!!!!!!???????
Pois não foi o q os nazistas disseram quando varreram do mapa a aldeia de Lídice, com todos os seus habitantes? Ou, quando as tropas do pacto de Varsóvia entrarem em Praga, em 68?
Ao q me consta, os tchecos nunca entenderam essas "medidas" como "defensivas".
É...é como diz aquele patrício: é uma veeeergonha!

Eugênio

Rodrigo. disse...

esses racistas não debatem com "raças inferiores" como nós.

não articulam um argumento sequer...partindo pra xingamentos já cansados.

parabéns pelo blog.

gustavo disse...

o racismo anda mais fortalecido do que nunca. Adolfinho morreu há mais de 60 anos mas deixou sementes férteis se reproduzindo em todos os pontos do planeta.
Filhos do Adolfinho estão aqui, entre nós, falam, opinam, argumentam, não entendem patavina do que realmente está acontecendo, mas cumprem os objetivos racistas de "papai".

Anônimo disse...

Para o Sionista Anônimo:

De Grouxo Marx:

O Sionismo é o Nazismo Circuncisado.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Quanta ignorância...Antes de atacar quem trabalha duramente, como jornalista uma vida inteira, vocês deveriam se inteirar da cobertura integral sobre os ataques. Sem contar que tais comentários chegam a beira do ridículo, quando afirmam que um repórter dessa categoria vai desperdiçar tempo em montagem...que gente desocupada!!
E mais, quem sabe um dia..com muita sorte..os amigos dessa Sra. Joice, possam conviver com ela quando ela se tornar uma "velhaca", tal como ela diz ser o mencionado repórter.

Anônimo disse...

Claro, claro, um repórter de categoria, com a mesma "categoria" do monopólio de mídia ao qual ele serve com fidelidade canina, ao ponto de se prestar para essa ridícula pantomima. Um monopólio que nos brinda com seus noticiários grosseiramente manipulados, suas novelas primárias e os enlatados de lixo made in usa. Tudo sobre medida para um cara de "catigoria", como vc. Não temos culpa se o seu nível de exigência sobre a programação da mídia seja tão rasteiro. Não temos culpa se o domingão do faustão nos da vontade de vomitar. Não temos culpa de não sermos um mané como você.
Só uma pergunta, para finalizar: Onde vc acompanha "a cobertura integral sobre os ataques"? Na globo? Ah, tá bom...
Pra seu governo: tem um negócio chamado internet, q disponibiliza uma infinidade de notícias e análises sobre essa crise. Estas sim, com consistência e profundidade e nas quais, tenho certeza (tirando exceções como vc), as pessoas que frequentam esse blog se baseiam para formar suas opiniões. Portanto, desmonte dessa arrogância que vc cavalga - ou faça com q ela deixe de cavalgá-lo - e não venha aqui nos chamar de ignorantes, como se fossemos tolos e não soubessemos de nada.
Vc está fazendo papel de palhaço. E um palhaço sem graça.

Anônimo disse...

Felizmente, vivemos num país livre, onde o indivíduo se inteira e assiste aquilo o que quer, ficando ao seu livre arbítrio escolher esta ou aquela programação. Além do que, contrário à sua afirmação, é certo que a emissora mencionada, há tempos não detém o monopólio...podendo os telespectadores se utilizarem dos programas oferecidos pelas outras emissoras...inclusive a TV Record e a Band, que realizam também a cobertura sobre o conflito.E mais...como o Sr. mesmo menciona..valer-se da infinidade de informações oferecidas pela internet.Agora, o que é confuso é o seu comentário ...porque a arrogância e a intolerância estão visíveis na suas alegações, pois se utiliza de agressividade verbal e palavras ofensivas para impor um pensamento, não admitindo opinião em contrário.Isso me faz lembrar os árduos tempos da ditadura...e também aquele velho ditado:" A melhor defesa é o ataque"!

Anônimo disse...

Ah é!!!!!!!!!!
Comentário confuso, intolerância, agrecividade verbal? E quem entra aqui chamando todo mundo de ignorante? Vc queria o que?
Sou capaz de apostar q vc é o mesmo que fica chamando a todos que não estão de acordo com a sua verdade "democrática", de burros, idiotas, nazistas e maconheiros. O tom do seu comentário é o mesmo desses outros aí acima.
A intolerãncia sempre é a dos outros, não é mesmo????

João Maurer disse...

Marcelo: E vc acha que a Romênia ou qualquer outro país está livre da mídia sionista? êles são os donos da imprensa no "nosso" mundo capitalista!

Ary da SilvaMartini disse...

CristoF:

Um colega teu já disse: há limite para tudo!
Em plena guerra genocida, fazer comentários com alto grau de crueldade é um absurdo.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo