Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Bancos do Brasil aumentam o "spread"


Sistema financeiro do Brasil força a barra

O custo médio do crédito bancário recuou de 44%, em novembro, para 43,2% ao ano, no mês passado, acumulando elevação de 9,4 pontos percentuais em 2008. Em contrapartida, o “spread” (diferença que os bancos cobram entre a captação e a concessão do empréstimo) aumentou 0,5 ponto percentual em dezembro: permaneceu em 18,3% para as empresas e aumentou de 43,1% para 45,1% para as pessoas físicas em relação aos últimos dois meses.

A informação consta do relatório de Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro, divulgado há pouco pelo Banco Central. O documento mostra que a inadimplência, nas operações com atrasos superiores a 90 dias, aumentou de 7,8% para 8,1%, em dezembro, nos empréstimos pessoais (aumento de 1,1 ponto percentual em 12 meses), e subiu de 1,7% para 1,8% para pessoas jurídicas (redução de 0,2 ponto percentual no ano passado). A informação é da Agência Brasil.

..............

O sistema financeiro do Brasil (esse “do Brasil” é muito importante) age como a orquestra do Titanic, completamente alheio ao que se passa no entorno, ou seja, no mundo da vida.

Ou é pura e simples provocação, uma espécie de queda-de-braço com algum inimigo oculto? Com quem?

7 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Lógica de mercado: quando mais o risco da inadimplência - que aumentou - maior a taxa de juros e o spread.

Anônimo disse...

Gozado... no resto do mundo o juro baixou... devem ser imbecis... ou o risco só amentou no Brazzzil. ou eles não tem lógica... ou não tem mercado, são todos uns comunistas!

ou não são eles os imbecis.

Blues disse...

A secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton disse nesta terça-feira que Israel tem o direito de se defender e que os foguetes lançados por palestinos ao Estado judeu não poderiam ficar sem resposta. "Nós apoiamos o direito de Israel de se defender. Os foguetes (palestinos) estão chegando cada vez mais perto de regiões habitadas (em Israel) e não podem ficar sem resposta", disse Hillary.

Desculpa postar isso aqui...

Fervi de ódio e não tinha com quem compartilhar...

O Sionismo vence novamente...

edu disse...

Hj mesmo estava conversando com um amigo sobre o tema.

Nao consigo me desvencilhar da "canga" psicologica que me colocaram, desde a infancia, no Brasil. A cultura do devedor.

desde criança somos bombardeados pela cultura do debito, desde desenhos infantis e gibis até livros escolares, onde os herois pagavam emprestimos em bancos (banqueiros sempre simpaticos) investiam e viviam felizes para sempre.

Hj em dia tento me desvencilhar da cultura do comprar a prazo.

Caculamos que perdemos 30% de nossa renda por agir assim, o q nao é pouco.

De 10 a 20% perdemos no desconto do "a vista e no dinheiro", que nao podemos negociar;

10% perdemos nos juros (embutidos no preço e adicionados no crediario).

Assim como certos canais de televisao, jornais e radios devem ser banidos de nossa vida, bancos e financeiras tb.

Nao precisamos ter o carro do momento, o eletronico "da hora", pagar um dinheiro que nao temos ou que serve pra outra coisa muito mais importante, por um evento de mau gosto, pq nao queremos nos sentir os "chinelos" que nao tem $$$.

Voltemos a uma vida mais sadia, voltemos a viver a alegria verdadeira das coisas simples.

Quanta alegria nos pode proporcionar um pomar...um colibri que passeia pelas flores, o canto do galo pela manha, um riacho de agua limpa, um chimarrao ao lado de pessoas caras, uma televisao desligada e irmaos contando piadas, o silencio e o olhar do velho pai, o almoço que a mae preparou.

O avo e a avo', com sua simpatia e amabilidade sem fim, seus conselhos impagaveis.

Rompamos as correntes que nos mantem escravos de midia e bancos, nessa tarefa, ninguem pode nos ajudar, nem o governo, pq esse tb tem correntes fortissimas que o prendem.

edu disse...

Citigroup recebeu um telefonema diferente ontem, do presidente do pais Obama, o ilustre recem empossado presidente pedia ao grupo que nao desse "tanto na vista" comprando um jato de 50 milhoes de dolares.

Vale lembrar que o citi ja recebeu mais de 45 bilhoes do dinheiro popular (hospitais, escolas...) e esta pedindo mais...

Quem manda???

Carlos Eduardo da Maia disse...

Edu, o importante é que existam as opções. Eu também gosto de uma vida bucólica, mas seria uma violência imensa forçar as pessoas a terem o mesmo tipo de vida, de gostos e opções. O mundo tem que se encaminhar na direção da diversidade de opção política e econômica, mas com responsabilidade social e ambiental.

edu disse...

E tu achas que eu prego a falta de opçao? E nao falo de vida bucolica, falo de VIDA de verdade.

Viver correndo atras da cenoura como um cavalo, correndo atras de coisas efemeras, vendendo por uma merreca o dom mais precioso que temos.

Meu avo faleceu a 2 meses, tenho 7 primos em idade entre 13 e 22 anos que moram em casas que fazem divisa com a area de meu avo.

Nenhum deles se interessou em cuidar do pomar dele...poderiam produzir coisas fantasticas, como ele produzia.

Poderiam ganhar os seus 3000 reais por ano, nao muito, e adicionaria à renda 250 reais mes, e é um trabalho de tempo livre.

Vcs acham que 1, mas somente 1 deles se interessou??? NAO.

Agora me perguntem se pra irem no "vamosifude" da rbs na praia, eles nao espremeram os pais??

Eles desejam e oferecem a alma por um play station, um ipod, um ingresso no "vamofumaum".

Quem vai construir nosso futuro? Nos? Ou vamos esperar pela coisa ruim?

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo