Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O roubo de 65 milhões de dólares da CEEE, uma história eletrizante


O jornalista Luiz Cláudio Cunha publicou ontem no portal Observatório da Imprensa uma história eletrizante. Material para um livro. Trama francamente policial, com sabor de máfia e de pizza, uma vez que jamais foi esclarecida, e o único punido é um jornalista que narrou o fato e o publicou. O roubo de cerca de 65 milhões de dólares da CEEE (estatal sulina de energia elétrica), cujo suspeito é um personagem como que saído dos filmes de Martin Scorsese. A morte violenta de uma prostituta que se espatifou numa calçada praticamente ao lado do Palácio Piratini, em Porto Alegre. Um sujeito chamado Lindomar (irmão do ex-governador Germano Rigotto), que se vestia com terno risca-de-giz e usava cabelos engomados, morto numa praia de mar chamada Xangrilá, com um tiro na cara desferido por um marginal.

Quer saber mais? Leia a intrigante história aqui. Mas prepare-se para ficar indignado: com a injustiça, com a passividade de certas pessoas, com a leniência da mídia, com a cara-de-pau de tantos, com a covardia de outros, e sempre com o desprezo infinito pelos que lutam pela verdade.

9 comentários:

Anônimo disse...

Esse tipo de história jamais se verá nas páginas censuradas de ZH.
Não veremos "trolls" indignados com ela.
Silenciarão.
E votarão "rigotto" e "anamélia", só para não dar o gostinho, para fingirem de que não se convenceram.

Anônimo disse...

Tô esperando sair no Videversus e no Políbio para formar minha opinião.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Na época a ZH publicou diversas vezes essa história, assim como publicou e divulgou as falcatruas do Detran e as conversas secretas dos picaretas envolvidos. Esse assunto circulou, circulou e circulou quando Rigotto foi ao segundo turno com Tarso em 2002. O pessoal do PT fica indignado quando a oposição toca na corrupção do mensalão petista de 2005 e adora jogar pedra em história que ocorreu na década e no século passado. Interessante. E depois querem fazer o controle social da mídia.

gaspar disse...

vou colocar no facebook

guima disse...

e o senador Simon hein, na moita, depois desse escândalo tamanho família rigottinho.

e o rigottinho sempre bancando o homem do coração vermelhinho, da paz no RS.

essa é a paz que o Rigotto prega?

Anônimo disse...

que horror!

sergio disse...

Caro Cristóvão:
Já que, conforme capa da ZH de hoje, os candidatos a vice foram escalados para "elevar" o tom da campanha, poderiam incluir este escândalo e o do Detran para deixa-lá, a campanha, e não a yeda mais elevada!
Negro Velho

Remindo disse...

É o Rigotto querendo calar a imprensa livre. Se ele for eleito senador vai ficar pior. Vote Paim e Abgail.

Anônimo disse...

Esse pulha do Maia nunca deve ter lido uma edição do Já. Por isso tal ignorância. Esse cara deve ser pago pela ZH pra fazer propaganda pra eles em tudo quanto é blog.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo