Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 30 de março de 2010

Lula se rebaixa, por nada


Frias - o colaborador da ditadura - foi condecorado postumamente com uma medalha de nome "Jornalista Roberto Marinho"

Lula, ontem, no Planalto concedeu ao empresário Octavio Frias de Oliveira, falecido em 2007, uma homenagem póstuma, recebida por sua filha Maria Cristina (foto), herdeira do grupo midiático Folhas. A condecoração a um dos mais salientes colaboradores civis à ditadura de 1964 é denominada (olha o nome da coisa!) Ordem do Mérito das Comunicações Jornalista Roberto Marinho.

É de causar náusea.

O presidente Lula tem visível dificuldade em reprimir um certo traço de personalidade subalterna que por vezes aflora - dominante - em seu comportamento público. Serão manifestações relâmpago do tal atavismo da "servidão voluntária", do La Boétie, século 16? Não sei. Por cautela e método, seria preciso estudar o caso.

Fica parecendo que, nessas ocasiões vexatórias (para o próprio), ele pede desculpas às oligarquias por ser presidente da República.

É o que se deduz da inutilidade objetiva desses gestos politicamente rebaixados e pessoalmente constrangedores.

Foto de José Cruz, da Agência Brasil.

21 comentários:

Anônimo disse...

É exatamente isso: Um sentimento de culpa de um pobre(de espírito) q está ocupando o lugar q a elite sempre considerou seu. Ela ñ o perdoa por isso. E ele tbém ñ consegue se perdoar. Que mesda isso!

Eugênio

Anônimo disse...

Há q lembrar, ainda, q no mesmo ano em q Lula sepultou o Conselho Federal de Jornalismo, deu o nome de Roberto Marinho a essa Ordem do Mérito das Comunicações, q já existia.
Lula, definitivamente, ñ tem noção do ódio q a classe dominante lhe devota e pensa q irá aplacá-lo com essas demostrações de subserviência.

Eugênio

Suzie disse...

Penso diferente de vocês!
Considero um ato de grandeza.
Inimigos a gente não alimenta.
Eu sou adepta do seguinte:semear e colher.
Ele não é vingativo.
Ponto para ele!
É o meu olhar!

Anônimo disse...

Lula já declarou várias vezes sua admiração pela ditadura militar em seus discursos. Não é surpresa pra ninguém. Há poucos dias, batizou de "Ernesto Geisel" uma das usinas da Angra.

Anônimo disse...

O meu foco agora é a Dilma. Vamos ver como ela se manifestará em assuntos correlatos.

FORA SERRA! disse...

São essas e outras que fazem o coração da gente doer! É muita decepção, presidente Lula!

René Amaral disse...

Depois de atingir uma certa estatura, os grandes podem se abaixar à vontade sem se diminuir!

Anônimo disse...

E esses caras que odeiam tanto o Lula precisam aguentar serem homenageados exatamente por quem eles devotam tanto desprezo, não deixa de ser uma humilhação a que Lula lhes submete.

ALL disse...

GUERRA DECLARADA...

COMO ASSIM DONA MARIA?

Quer dizer que, se os partidos de oposição estão fragilizados, cabe aos orgãos de imprensa representados pela ANJ assumirem a tarefa de enfrentar o governo?


(...)

O risco maior para a imprensa vem da própria imprensa, quando os jornais se associam para agir como um partido político. E quem faz essa revelação é a própria presidente da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Maria Judith Brito, conforme já apontado neste Observatório: em encontro realizado em São Paulo, a presidente da ANJ declarou textualmente, segundo O Globo: "A liberdade de imprensa é um bem maior que não deve ser limitado.

A esse direito geral, o contraponto é sempre a questão da responsabilidade dos meios de comunicação", acrescentou – e até aí tudo bem. Mas ela continuou:

"E, obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada. E esse papel de oposição, de investigação, sem dúvida nenhuma incomoda sobremaneira o governo."

Intrinsecamente contraditória, a declaração estabelece a ruptura, afeta a credibilidade da imprensa e traz insegurança a todos os governantes, pois tal afirmativa serve também aos governos estaduais e dos municípios onde a oposição estiver fragilizada.

Tal distorção – imprensa declaradamente partidária – independe de quem está no poder, uma vez que os jornais se assumem publicamente como partido político.

Quando a imprensa abandona seu eixo, todos saem perdendo. Principalmente a imprensa.

Por Luciano Martins Costa - do Observatório da Imprensa ( "imprensa versus governo)

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?cod=582JDB012

claudia cardoso disse...

Eu já acho que há coisas que não precisam - e essa era uma delas. Não se pode se queixar das más notícias nos jornais, como o Pres. Lula faz seguido, e entregar prêmio à uma das empresas responsáveis pelo péssimo jornalismo político, por assim dizer. É feio, pra não dizer uma escandalosa incoerência. Em outras palavras, os Frias não precisavam desse prêmio. E deixam contrariadas as pessoas que lutam pela democratização das comunicações nesse país e votaram nele.
Outra coisa que não precisava, era dar o nome "Roberto Marinho" há um prêmio que já existia no Ministério das Comunicações. Por isso, é de pasmar, que um homem que foi vítima da ditadura civil-militar brasileira, possa "reconhecer" méritos em colaboradores incansáveis do regime de exceção. Isso, para mim, é o mais terrível de presenciar.

Anônimo disse...

Depois dos sites da direita, é aqui a maior concentração de anti-petistas(o que por si só já denota mediocridade).

Anônimo disse...

Vamos pegar a coisa por um lado mais prático, fazendo uma conta d ganhos e perdas. Se Lula bajulasse o baronato da mídia e obtivesse, como resultado, o arrefecimento da campanha de desgaste que ela lhe move, vá lá! Mas acontece, justamente, o oposto. Esses gestos de Lula, só aumentam a convicção da direita, de q ela pode fazer o q bem entender, como tem feito, q ele sempre estará disposto a lhes passar a mão na cabeça.
Qto à direita se sentir humilhada por receber homenagem do Lula, me parece uma percepção um tanto infantil e uma incompreensão fundamental de como funciona a moral dos q detem o poder no Brasil há 500 anos. Se a filha do Frias tuivesse um pingo de vergonha na cara, ela não aceitaria essa homenagem.

Eugênio

henry disse...

É uma coisa melancólica! Ó tempora... ó mores!

Anônimo disse...

São posts como este que me faz achar que a extrema-esquerda pode ser pior que a direita moderada. Você prega o descumprimento de protocolos, ausência de diálogo com a escória direitista que ainda existe nesse país e assim você ajuda a constranger aqueles que lutam pelos mesmos objetivos seus. Que eu suponho ser os seus objetivos, pois na verdade juro que não sei.
O Lula está visivelmente constrangido na foto, ninguém viu essa foto, só você dá foco pra essa bobagem. Imagina se o Lula está feliz em premiar, com um prêmio ridículo, o jornal que inventa fichas falsas da Dilma e que o acusou de assassino quando caiu o avião da TAM.
Caia na real, saia do seu conforto de crítico, perfeito, coerente e intocável, porque a realidade é muito mais dura que simples análises acadêmicas. Queria ver você na presidência o que faria.

Cristóvão Feil disse...

Anônimo das 12:04

Causou desconforto a vc. a foto de Lula com uma representante dos algozes da democracia no Brasil?

Pois dirija a sua revolta contra Lula, não a este blog.

Saiba que essa fotografia foi publicada no portal da Agência Brasil, a empresa estatal que cuida da comunicação do governo Lula.

Anônimo disse...

Desculpe, mas quem está com sorriso amarelo é ela, ele o Lula tá bem pimpão na foto. Abraços Marcelo Job

Azarias disse...

Isto é inerente aos profissionais especializados das nossas indústrias do ABC. Subservientes às multinacionais por optarem pelo Estado de São Paulo, trazendo progressos e empregos. Quantas vezes a produção teve que parar, para todos comprimentarem os "gringos" que acabavam de chegar das matrizes. Todos, os nativos e os invasores, com sorrisos nos lábios, uns mostrando capacidade e superação, outros benevolências e compreensões.

JBmartins disse...

Tenho pena do Lula, por ser a pessoa que é não se baixa ao rediculo, no fundo ele deve pensar assim,"é o Presidente que esta ali para não quebrar o protocolo", ele ja falou coisa semelhante estes dias.

alexandre disse...

O Paulo henrique amorim conta que,certa vez, o Lula,ainda candidato foi a um almoço na folha de SP . Neste almoço o Otavinho ficou espezinhando o Lula com insinuações sobre a sua baixa escolaridade. o Lula,num certo momento, exasperou-se e se levantou e foi embora.
O velho frias seguiu o Lula e ,ao alcança-lo na porta do elevador,se desculpou pela grosseria do moleque.
creio que o Lula sente gratidão por esse episódio.

Anônimo disse...

Marina Silva emocionada em Garanhuns (PE)

Na cidade natal de Lula, a senadora deixou de lado as críticas para elogiar o presidente. "Quando vinha do aeroporto, pensei: 'Puxa vida, aqui nasceu o menino Lula'. Ele já foi uma criancinha e virou presidente. Para mim, é uma emoção muito grande estar aqui", discursou.

Andrequimico disse...

O cara não é vingativo, fez o papel de presidente, não foi ele que decidiu sobre a medalha, não podia se negar a fazer.

Uma coisa que alguns nao param para pensar, é que nós(aki conectados e informados nessa rede de Blogs informativos e políticos) não representamos 1% da população!!
A Grande Maioria só ve TV, e pela GLOBO!!! Se virar guerra declarada, o Lula tem mais a perder, pensem nisso!!!!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo