Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

domingo, 31 de julho de 2011

Zero Hora versus Zero Hora



Os editores do jornal Zero Hora montaram um cenário completamente artificial para as eleições municipais de 2012 em Porto Alegre. No alto da página, edição de hoje, garantem - em grandes letras - que o governador Tarso Genro apoia a candidatura do PCdoB ao Paço Municipal. Contudo, no texto da matéria não há qualquer declaração do próprio governador que sustente a manchete dos editores do diário da Azenha.

Se estes – os editores – fossem cuidadosos, honestos e atentos ao próprio material que veiculam em seu jornal estampariam a última manifestação de Tarso ao próprio ZH, ocorrido na edição da última segunda-feira, 25/7, à pagina 6 (ver fac-símile ao lado).

Já se vê que o jornal ZH não respeita nem o que ZH publica.  

11 comentários:

elektrofossile disse...

baita foto, a das Presidentas!
e o cloaqueiro fazendo escola!
avante!

Carlos M. disse...

E tem mais essa outra de Zéagá:

http://somosandando.wordpress.com/2011/07/25/com-telhado-de-vidro-nao-se-deve-jogar-pedra/

Gustavo Guglielmi disse...

Para ZH que defende a especulação imobiliária selvagem é melhor contar só com o Fortunati e a Manuela. Os dois são "compreensivos" com as intenções do grupo RBS.
Se botar o Raul Pont no meio já desequilibra o quadro, trazendo incerteza para a máfia imobiliária.

zé bronquinha disse...

Não é necessário ouvir o governador para saber que a sua vontade é de apoiar alguém de qualquer partido de sua base (pode incluir o PP) menos alguém do PT, que certamente não seria escolhido(a) por ele. O seu ego não permite algo diferente.

Marcelo Sperling disse...

Algum psicólogo explica esse fenômeno?

dikern disse...

Tudo indica que a direita já não tem esperanças de chegar ao poder em Porto Alegre com cara própria. Fica então armando chapas que dão tons bem cor de rosa a antiga Frente Popular.
Os atores políticos que sempre representaram a elite vão sendo superados. É necessário então ir conquistando novas representações. Espero que o Tarso não se preste para esse papel. Já da Manoela e o PC do B não da para esperar a mesma coisa. Há tempos que eles vem servindo de ponte para o desembarque das posturas tacanhas da direita para o lado de cá. Veja-se a aliança na eleição passada com o PPS, o relatório da reforma do C. Florestal.......

SBENTENAR disse...

= Pelo comportamento, substituiram a foice pela serra elétrica. Só falta redesenhar o simbolo. Putz!!!E se dizem os verdadeiros representantes do comunismo.

Omar disse...

Editores cuidadosos e honestos na ZH?
JAJAJA

Paulo Augusto disse...

Alguém aí ainda lê a Zeagá-gagá

A CARAPUÇA disse...

Zero Hora é sempre uma longa pauta para divertimento. Tudo menos informação!

Roberto Cunha disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Secretaria_da_Receita_Federal_do_Brasil
O texto abaixo estava na página da Wikipédia sobre a RFB. Alguém reverteu para uma versão anterior, censurando a informação.

http://www.sindireceita.org.br/2011/06/06/desvio-de-funcao-na-rfb/

Desvio de Função

A Receita Federal do Brasil é reconhecida pela excelência de seus serviços e competência de seus quadros, mas, infelizmente, o Desvio de Função é uma realidade dentro do Órgão. Os servidores e funcionários públicos lotados e em exercício na Receita Federal e que não pertencem à carreira de auditoria - ARFB (ATRFB e AFRFB) são de vital importância para o bom funcionamento do órgão. Mas, há muito, atuam em desvio de função, pois há inobservância do mandamento constitucional insculpido no art. 37, XXII, da Carta da República ("XXII - as administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, atividades essenciais ao funcionamento do Estado, exercidas por servidores de carreiras específicas..."). Em 2008 o Tribunal de Contas da União - TCU - determinou que se solucionasse a questão do desvio de função de empregados celetistas do Serpro, estagiários e servidores do PCC/PGPE, em atividade na RFB. Ao invés disso o MF criou um novo cargo: Assistente Técnico Administrativo - ATA e os utiliza em atividades específicas da Administração Tributária, pagando um salário muito inferior aos subsídios pagos a ATRFB e AFRFB, caracacterizando o enriquecimento indevido do Estado e podendo suscitar eventuais demandas judiciais por desvio de função, com potencial dano ao erário. Não esqueçamos dos outros cargos advindos da SRP, quando da criação da “SuperReceita”. Tais desvios são consequência da falta de uma melhor definição das atribuições dos cargos que compõem os quadros da RFB. A centralização de competências legais em único cargo (AFRFB), gera incapacidade do órgão em atender a sua sempre crescente demanda de trabalho, tendo que se lançar mão de artifícios paliativos como o desvio de função para responder a essa demanda. Uma urgente e inadiável reestruturação dos cargos e competências legais se faz necessária. Precisa-se dar o devido reconhecimento do trabalho feito pelo ATRFB e por outros cargos que não fazem parte da carreira. A Receita Federal é reconhecida como um órgão público de excelência junto à sociedade mas não consegue resolver problemas internos que a afligem há bastante tempo e que a impedem de atuar com maior eficiência e eficácia na busca de seus objetivos institucionais e da justiça fiscal.

Fontes:

http://sindifisconacional-sp.org.br/UserFiles/File/pdf/aep_4_01122009.pdf
http://sindireceitaamazonas.blogspot.com/2011/05/apenas-para-relembrar-o... http://www.sindsarf.org.br/si/site/0004/p/%C3%81CORD%C3%83O%20TCU%20503/...
http://blogdotalesqueiroz.blogspot.com/2011/04/para-relembrar-acordao-tc...
http://www.cabrestosemno.com.br/blog/?p=8615
http://www.cabrestosemno.com.br/blog/?page_id=44

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo