Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Os bancos são um novo império persa



As imagens são de ontem, quarta-feira 29/6. Observem que o cachorro baio (que dizem ser anarquista, mas sobre isso nada lhes posso assegurar, haveria que perguntar ao próprio) continua em combate. Ele está em quase todas as tomadas, valente, participativo e vanguardista. Viva o cachorro baio! 


De outra parte, é de registrar a observação de Hegel, segundo a qual os fatos relevantes da história ocorrem, por assim dizer, duas vezes. Vejamos: a história antiga ensina que aconteceram grandes guerras de conquista ("guerras de raças", como diz Foucault), povos e territórios foram escravizados, saqueados, destruídos, esbulhados por dezenas, às vezes, centenas de anos. Lembro do velho império persa (século 5 a.C) tão bem reconstruído pela cativante narrativa de Gore Vidal, em sua obra "Criação", de 1981. 


Pois bem, hoje, a Grécia repete um pouco - sob novos métodos, agora, bem mais ideológicos - a saga sacrificial dos povos da Babilônia, da Índia e de partes da China, então, submetidos aos reis da Pérsia, obrigados a se despojarem de tudo para satisfazerem a grandeza material de um reino de força militar e ambição desmedida. A "nova Pérsia", hoje, são os bancos, o sistema financeiro, que obriga países inteiros a se submeterem aos mais severos sacrifícios a fim de manter as burras do sistemão abastecidas do sangue, do suor e das lágrimas de populações inteiras. Sempre contando com autoridades locais (no caso o Pasok - Partido Socialista Grego) para fazerem o trabalho sujo de limpar a área para propiciar o pleno e completo (legalizado sob cerrada chantagem ideológica) saqueio nacional. 
              

2 comentários:

Nelson disse...

Bravo cachorro baio. Ele deveria ser premiado com uma "cadela baia".

Gilnei J. O. da Silva disse...

Oportuno registro Hegeliano, Fiel!
Eh, enquanto agora o sistemão financeiro “legalmente” passa a saquear a Grécia, o povo grego luta nas ruas... E, pelo visto, já que esse povo não conta com a lealdade dos políticos locais, ao menos pode contar com um “cão-panheiro” – o “Loukanikos”.
Ele guarda fidelidade aos seus companheiros, enfrentando a policia, mas adverte: “Eu confesso, a brutalidade dos policiais me faz querer latir e morder seus doces traseiros... Então, eu lato bastante, mas não mordo porque eles têm um gosto estranho”. Ahãn, é a “tradução”, divulgada por aí, de seus latidos lá no Rebel Dog » http://rebeldog.tumblr.com
Tudo isso, concordo, “é muito punk!”
Gilnei

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo