Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

A velha e boa análise sintático, lembram?


Filho da puta é adjunto adnominal (ou paronomástico), se for "conheci um juiz filho da puta". Se for "o juiz é um filho da puta", daí é predicativo.

Agora, se for "esse filho da puta é um juiz", daí é sujeito.

Porém, se o cara aponta uma arma para a testa do juiz e diz:

"Agora nega a liminar, filho da puta!" - daí é vocativo.

Finalmente, se for: "O ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, aquele filho da puta, desviou o dinheiro da obra pública tal" - daí é aposto.

Que língua, a nossa, não?

15 comentários:

Anônimo disse...

O presidente do sindicato dos trabalhadores metalúrgicos e vereador mais votado em Caxias do Sul foi preso pela truculenta Brigada Militar da Dna Yeda. Era uma manifestção em frete a empresa Randon. Houve feridos que foram atendidos no pronto socorro.
Luis Carlos

Anônimo disse...

Muito flexível essa f.d.p., digo língua. E se o juiz for f.d.p. por opção de vida?

armando do prado

cao@dino disse...

em compensação o gilmar dantas é um
filho do quê?.......

Milton Ribeiro disse...

GENIAL.

claudia cardoso disse...

Maravilhoso!

Anônimo disse...

Perdoe a inguinorânia, mas não seria análise sintáticA?

Anônimo disse...

Nicolau dos Santos Neto, aquele filho da puta, é do quinto da OAB e essa história de quintos deveria ser respeitada nas instâncias superiores, pq lá dentro acaba com três quintos de filhos da puta.

Anônimo disse...

E cá temos a flexão de gênero:
"Essa filha da puta quase conseguiu prorrogar os pedágios."

joice disse...

Hehehehehe
genial mesmo!

beijo

alexandre disse...

e tem a concordância popular:
Esse Gilmarzão é um baita filhA da puta.
essa predominância do gênero feminino se dá apenas por que soa mais musical.
Mas que Filha da puta,esse gilmar.
o mesmo vale para o eros grau.

Anônimo disse...

Falando em palavrão alguém deveria aconselhar o Presidente Lula a maneirar seu linguajar. Sinceramente, sou do PSDB e mesmo assim tenho o Presidente como uma pessoa preocupada com as classes mais pobres e com um forte vies Social Democrata. Pelo respeito que eu quero ter para com ele e principalmente ao posto que ele ocupa, por favor sugiram que ele se cale se não tem nada a dizer sem proferir palavras incompatíveis com o cargo que ocupa.

a sociedade se viu disse...

É bom lembrar que em: - Fodi com o povo brasileiro! Filho da puta é o sujeito oculto, mas a foda é explicita.

Eduardo Martinez disse...

Abaixo a reforma!

Viva a revolução... ortográfica!

E literária...

WALSIL disse...

show.

RMN disse...

Ser filho da puta não é condição para ser juiz.
Ser puta é prerrogativa das mulheres que podem escolher a profissão mais antiga que a humanidade conheceu até agora.
Ser puta implica em não ter filho pois fazem-nas perder o ofício ou o oficiar, ao menos por um tempo.
Ser filho de, não é prerrogativa do ser. É-se sem querer e, obrigatóriamente, tem de ser.
A santa mãe de um juiz "filho da Puta" não é, pois, necessriamente puta.
Ele sim, que por desvio de carater, é, mesmo por definição impossível de ser, um PUTO!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo